Bicicletas antigas em exposição em São Paulo


Passei estes dias pela exposição “A História da Bicicleta – Um Passeio por 10 Modelos Clássicos”, que está em cartaz em São Paulo, no antigo prédio dos Correios (Av. São João s/nº, próximo à estação São Bento do Metrô), até dia 13 de novembro, das 9h às 17h.

Como o próprio título explica, estão à mostra dez modelos de bicicletas e biciclos. O mais antigo é uma réplica de celerífero. Idealizado em 1790, não era propriamente uma bicicleta. Não tinha pedais e as pessoas tinham que colocar o pé no solo a todo momento para fazê-lo andar.

O celerífero, de 1790, idealizado pelo Conde Sivrac, consistia em duas rodas unidas por uma ponte de madeira.

O biciclo inglês, que já apareceu em diversos desenhos antigos, também está lá na mostra. Com uma roda dianteira extremamente grande, provocou diversos acidentes sérios, apesar de ser um modelo bem popular.

Biciclo inglês, de 1870, foi o primeiro veículo em que se podia de fato pedalar.

As demais oito bicicletas em exposição são da Caloi. Apresentam desde a Caloi Special Preta, o primeiro modelo totalmente brasileiro, fabricado em 1945, ao final da II Guerra Mundial, até  a Caloi Cross e a Fórmula C3, passando pela Fiorentina, 3 Marchas, Campeoníssima e as famosas Caloi 10 e Eddy Merckx.

Caloi Fiorentina, o primeiro modelo de bicicleta aro 26. Atrás dela, Caloi Special Preta, a primeira bicicleta 100% nacional.

Caloi Eddy Merckx, a bicicleta que mais me fascinou na exposição, era voltada ao ciclismo de velocidade. Eddy Merckx e Lance Armstrong já pedalaram uma.

Percebe-se a evolução das marchas, do câmbio, das rodas (da madeira ao pneumático), dos materiais empregados, das soldas (infelizmente não muito bem trabalhadas nos modelos mais recentes).

A Caloi Cross Extra Light, bicicleta voltada ao BMX, tinha soldas pouco trabalhadas.

Na mostra, encontra-se também uma exposição filatélica, com selos sobre bicicleta da coleção de Ney Jorge.

Mostra filatélica acompanha a exposição de bicicletas.

Mais fotos aqui.

Enfim, valeu a pena ter dado uma passada por lá. E antes que eu me esqueça, uma informação importante: a entrada é gratuita!

PS: não há bicicletário ou paraciclo no prédio dos Correios. A quem for de bicicleta, recomendo deixá-la no bicicletário do UseBike no Metrô Anhangabaú.

Fabiano Faga Pacheco

Links atualizados em 1° de dezembro de 2012, às 3h44.

About these ads

Sobre bicicletanarua
Ciclista urbano paulistano residente em Florianópolis.

2 Responses to Bicicletas antigas em exposição em São Paulo

  1. Pingback: Exposição “Caloi 110 Anos” na Vila Olímpia « Bicicleta na Rua

  2. Pingback: Paixão pelas bicicletas antigas « Bicicleta na Rua

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 3.243 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: