Mais da Interplanetária – Esses motoristas…


Sabem, às vezes as pessoas assistem aos nossos vídeos postados no Youtube. Apesar de o vídeo sobre a Bicicletada Interplanetária mais visto ter sido aquele em que a própria Ecovias se enrola (pelo menos dentre aqueles que disponibilizei),  um comentário no primeiro vídeo, quando eu ainda estava a alguns quilômetros dos mais de 200 ciclistas que íam ao litoral, obrigou-me a fornecer uma resposta, que replico abaixo.

é divertidoo né? voces gostam de bicicleta. néé?
eu quero não quero nem ver a hora que um caminhão ou um carro sair pro acostamento pra desviar de algo na pista ou até mesmo sem querer e matar uns 3 de voces por acidente. Será que só assim vocês ciclistas vão tomar conciencia que estrada não é lugar de voces ficarem se divertindo de bicicleta. Não to aqui pra dar lição de moral, cada um sabe o que faz, é só um conselho de Amigo.

Diante disso, resolvi fazer-lhe um conselho e uns lembretes:

Na verdade, é divertido sim! Andar de bicicleta é muito mais divertido (e rápido) do que estar em um automóvel parado nos 21km de congestionamento que teve a mesma via dia desses. Sendo sincero, eu também não quero ver essa hora. Afinal, não quero ver um crime cometido na minha frente.

Será que vocês, motociclistas, motoristas e caminhoneiros vão ler os livrinhos da autoescola e saber que os ciclistas (e skatistas e patinadores e pedestres) têm direitos e preferências em relação a vocês? A gente estava sim se divertindo, mas ainda mais: estávamos nos deslocando! Eu, pelo menos, saí de Florianópolis para ir para a Praia Grande, cheguei no mesmo dia e, coincidentemente, encontrei centenas de ciclistas. Se tivesse ônibus de Florianópolis para Praia Grande, até pensava em ir de busão, mas na falta dele, vou fazer cumprir os meus direitos. A estrada não é lugar de motoristas irresponsáveis e motociclistas idem realizarem suas manobras “radicais” que colocam vidas de outrem em risco. A rodovia só é perigosa porque as pessoas desrespeitam a vida de outrens. É praticamente impossível um ciclista colocar a vida de outra pessoa em risco.

Eu queria muito que cada um soubesse o que faz, assim eu poderia ir de bicicleta a Santos sem que tivesse um policial transgressor de regras em meu caminho e com a certeza de que os automóveis me respeitariam e não atentassem contra a minha vida.

Se por ventura, você passar, seja numa rodovia ou numa rua tranqüila por um ou vários ciclistas, reduza a velocidade de seu automóvel, passe a 1,5m dele(s) e – por que não? – cumprimente-o(s).

Num futuro não muito distante, é você quem pode estar de bicicleta naquela mesma situação. Provavelmente seus filhos e seguramente seus netos passarão por situação semelhante apoiados no selim de uma bicicleta.

Não estou aqui para dar lição de moral, é só um conselho de amigo.

Por Fabiano Faga Pacheco

Saiba mais sobre a Bicicletada Interplanetária:

Cobertura completa do “Bicicleta na Rua”

(I) Interplanetária – O período precedente
(II) Interplanetária – Rodas a girar rumo ao litoral
(III) Interplanetária – As primeiras infrações da PMR e os bloqueios
(IV) Quantos ciclistas tinham, afinal?
(V) Interplanetária – Perseguição policial
(VI) Interplanetária – Ciclistas são impedidos de pedalarem até o litoral
(VII) Interplanetária – Policiais cumprem horas extras para bloquear descida de ciclistas ao litoral
(VIII) Interplanetária – Policiais ignoram leis
(IX) Interplanetária – Polícia Rodoviária gasta mais de R$16 500,00 impedindo ciclistas de irem ao litoral
(X) Interplanetária – Bares amigo e não amigo dos ciclistas
(XI) Interplanetária – Os primeiros a chegarem a Santos
(XII) Interplanetária – Bloqueio dos Caminhos do Mar
(XIII) Interplanetária – A Estrada da Xiboca
(XIV) Interplanetária – “Pequenos” problemas técnicos: o pneu vegano e a Estrada de Manutenção
(XV) Interplanetária – Santos, enfim!
(XVI) Interplanetária – Faltam bicicletários no Litoral Plaza Shopping
(XVII) Interplanetária – O retorno a São Paulo

Veja também

Bicicletada Interplanetária 2008

Relatos:

Aninha
CicloBR (chegou a Santos)
Ecologia Urbana
Eu vou voando…
MTV Pública
Nicolas Lechopier (em francês) (chegou a Santos)
Sampa Bike Tour {Parte 1} {Parte 2}
TAS Cidade
Vá de Bike!
XpK

Fotos:

Bruno Gola
Ciclista Fabiano (chegou a Santos)
CicloBR (chegou a Santos)
Ecologia Urbana
Limão
Macaco Véio (chegou a Santos)
Mila Molina
Rodrigo Navarro (chegou a Santos)
silviobikersp
XpK

Vídeos:

Brudut
ederson araujo
Ecologia Urbana {1} {2} [3} {4} {5} {6} {7}
Fabiano Faga Pacheco {1} {2} {3} {4} {5} {6} {7} {8} {9} {10} {11} {12} {13} {14} {15} {16} {17} {18} {19} {20} {21} {22} {23} {24} {25} {26} {27} {28} {29} {30} {31} {32} {33} {34} (chegou a Santos)
Guilherme Sanches
jlpinha {1} {2} {3} {4}
Limão
lucmut {1} {2}
Renata Falzoni – ESPN
Mathias (chegou a Santos)
TASCidade
Tinho {1} {2} {3} {4} {5} {6} {7} {8} {9} {10} {11} {12} {13} {14} {15} {16} {17} {18} {19} {20} {21} {22} {23} {24} {25}
TV Record

Anúncios

Sobre bicicletanarua
Ciclista urbano paulistano residente em Florianópolis.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: