Bicicleta é parte da solução para melhorar mobilidade urbana em Florianópolis

As reportagens abaixo foram originalmente publicadas na edição impressa do periódico Diário Catarinense, em 29 de maio de 2009 (pág. 25). Você pode ver as matérias no site do DC aqui e aqui.

Diário Catarinense

Trânsito no limite

Uma aliada da boa saúde e do ambiente

Bicicletas são alternativas que podem garantir mais segurança e agilidade

Diminuir a poluição e deixar o sedentarismo de lado. É certo que é menos cômodo, mas deixar o carro na garagem e adotar a bicicleta traz um ganho social ainda mais amplo: contribuir para a diminuição dos congestionamentos nos grandes centros urbanos.

Na Capital, considerando o tempo de deslocamento, optar pelo carro, na maioria das vezes, não é o mais vantajoso. O teste, chamado de desafio intermodal, foi feito em setembro do último ano pela Associação de Ciclousuários da Grande Florianópolis (ViaCiclo) com dois grupos de bicicletas, motos, carros e ônibus, saindo da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e chegando ao Largo da Alfândega, no Centro.

Preferência legal dos ciclistas nem sempre é respeitada entre os motoristas. Foto: Diego Redel.

Preferência legal dos ciclistas nem sempre é respeitada entre os motoristas. Foto: Diego Redel.

Um grupo foi pelo trajeto Norte e outro, pelo Sul. Em ambos, as bicicletas chegaram primeiro. Os tempos de deslocamento também foram os mais baixos em cada grupo.

No trajeto Sul, a bicicleta conseguiu a maior velocidade média em seu grupo, de 20,58 km/h. No Norte, a moto alcançou a maior velocidade média, mas a bicicleta ficou em segundo.

No levantamento final, a ViaCiclo chegou ao comparativo de gasto de R$ 5,14 para o carro que fez o trajeto Norte, enquanto as bicicletas não tiveram custos. Contando todas as variáveis – incluindo a avaliação dos participantes – as bicicletas tiveram a melhor média final: nota 8,96 da bicicleta do trajeto Norte contra 2,71 do carro do trajeto Norte.

Lei dá prioridade aos ciclistas

Para o diretor administrativo da ViaCiclo, André Soares, o desafio ratifica o que já se imaginava:

– Não foi surpresa para nós a bicicleta ser mais eficiente perante os itens determinados. O teste já tem sido feito em outras cidades, e o resultado é sempre positivo para esse meio de locomoção.

Além do que foi estudado no teste, Soares também destacou a facilidade de estacionar a bicicleta. Com um cadeado, o ciclista consegue amenizar o perigo de roubo. Como ele lembrou, o risco também existe para os carros.

Soares ressaltou, ainda, que falta segurança aos ciclistas e nem sempre a lei de trânsito – que dá a preferência a quem está de bicicleta – é cumprida.

Mesmo assim, os ciclistas já perceberam que a opção pode ser a melhor no trânsito. Jader Asanuma está vendendo sua motocicleta por medo de um acidente. A opção foi pela bicicleta.

– Faço compras para o restaurante onde trabalho de bicicleta. É muito diferente uma queda de moto e uma queda de bicicleta. Fico ligado nos cruzamentos e geralmente dou o lado, mas de bicicleta é mais tranquilo – afirmou.

Por Lilian Simioni

Pedalando. Capital possui 18,5km de ciclovias e ciclofaixas.(Veja em .pdf)

Mudança cultural é passo obrigatório

O colombiano Ricardo Montezuma, que trabalha com a questão da mobilidade urbana, com foco no transporte por bicicletas em várias cidades do mundo, palestrou em uma convenção ontem, na Capital. Ele apontou três fatores como essenciais para que uma sociedade adote a bicicleta como meio de transporte.

A mudança cultural de pessoas que usam bicicletas e de quem usa carros, inclusive com aportes financeiros, é o primeiro ponto. Depois, Montezuma destacou a vontade política e a infraestrutura de planejamento.

Para ele, na maioria das cidades da América Latina os problemas de falta de segurança são os primeiros que inibem o uso do meio de transporte. Montezuma lembrou que é importante destacar o que já existe na cidade. Em Florianópolis, por exemplo, ele citou a ciclovia da Avenida Hercílio Luz. O passo seguinte é persistir com os projetos, incrementando as ações sem buscar pretextos para abandonar o plano.

– Se a ciclovia não funciona bem é porque algo está errado. Não é possível fazer uma cidade onde todos andam de carros, mas é possível fazer uma cidade em que todos andem de bicicleta, a pé ou de transporte coletivo – avaliou.

Capital tem projeto para mais de 27 quilômetros

Segundo a arquiteta do Instituto de Planejamento Urbano de Florianópolis (Ipuf), Vera Lúcia da Silva, em Florianópolis a projeção é positiva. Entre ciclovias e ciclofaixas executadas, em execução ou para serem aprovadas, são aproximadamente 27,4 quilômetros de extensão no programa chamado Rotas Inteligentes.

– É fundamental o investimento em campanhas educacionais para a sensibilização da população sobre as vantagens no uso da bicicleta e o trânsito seguro – concluiu.

Dicas para iniciantes

> Faça o trajeto inicialmente em um domingo, dia com menor movimento de carros

> Observe e estude as ruas, os cruzamentos e as faixas de pedestres. Compare as rotas e identifique qual a melhor. A locomoção diária de bicicleta exige conhecimento e habilidade

> Para tornar a locomoção mais agradável, encontre alguém para fazer a rota com você. Isso cria um vínculo de socialização

> Utilize uma bicicleta adequada, regulada e confortável

> Conheça as leis de trânsito, que são favoráveis ao ciclista

> Onde não houver ciclovia, tenha cuidado. Ande do lado direito, mas permita que o motorista enxergue que você está na rua

> É conveniente o uso de capacete e espelho retrovisor

> Prepare-se e persista ao longo do tempo

Bicicletadas de maio pelo Brasil

Nos próximos dias, ciclistas de inúmeras cidades do país irão às ruas pedalar em mais uma edição da Bicicletada.

Para fazer parte da Massa Crítica de seu município, basta aparecer com qualquer meio de transporte não-motorizado nos pontos de encontro no horário combinado. Se o seu município não tiver relacionado abaixo, procure por informações dela aqui ou, então, comece a Bicicletada na sua cidade.

Sexta, 29 de maio

Aracaju, SE

Concentração a partir das 18h30 na Praça do Ciclista (rótulo do Posto Sinhazinha, divisão da Av. Adélia Franco e Hermes Fontes). Saída às 19h30.

Belém, PA

Belém 2009-05-30

Belo Horizonte, MG

Belo Horizonte 2009-05-29

Bragança, PA

Concentração a partir das 17h30 da Praça das Bandeiras.

Brasília, DF

Brasília 2009-05-29

Campo Grande, MS

Campo Grande 2009-05-29

Florianópolis, SC

O quê? Não lembra mais? (Re)veja aqui.

Goiânia, GO

Saída da Praça Cívica, a partir das 18h30.

Jundiaí, SP

Jundiaí 2009-05-29 v1

Jundiaí 2009-05-29 v3

Porto Alegre, RS

Saída da Prefeitura Velha de Porto Alegre às 18h30. Mais informações no PoaBikers.

Recife, PE

Recife 2009-05-29

Rio de Janeiro, RJ

rio-de-janeiro-cartaz-bicicletada-pao-2p

Algumas pessoas vão sair da São Clemente às 18h para o novo ponto de encontro da Bicicletada carioca. Às 19h, todos os ciclistas sairão da Cinelândia para o pedal lúdico-educativo.

São José dos Campos, SP

São José dos Campos 2009-05-29

Saída cerca de 20h.

São Paulo, SP

São Paulo 2009-05-29

Concentração a partir das 18h na Praça do Ciclista (Av. Paulista x Av. Consolação e R. Bela Cintra). Saída às 20h.

Taubaté, SP

Taubaté 2009-05-29

Vitória, ES

Concentração a partir das 19h na Esfera da Praça do Papa. Saída às 20h.

Sábado, 30 de maio

Curitiba, PR

Curitiba 2009-05-30

Guarapuava, PR

Guarapuava 2009-05-30

Maceió, AL

Maceió geral v2

Domingo, 31 de maio

Natal, RN

Natal 2009-05-31

Concentração a partir das 15h em frente ao IFRN (antigo CEFET-RN – Salgado Filho). Saída às 16h. Mais no blogue Bicicletada Natal.

Saiba mais:

Bicicletadas de abril

Bicicletadas de março

Bicicletadas de fevereiro

Em Balneário Camboriú também houve Pedal do Silêncio

Fica aqui apenas um registro para que não fique perdido no tempo.

Junto a outras 5 cidades brasileiras, Balneário Camboriú também teve seu Pedal do Silêncio (Ride of Silence) na última quarta-feira, dia 20 de maio.

Foto: Sirlei (da Associação de Ciclismo de Balneário Camboriú e Camboriú)

Foto: Sirlei (da Associação de Ciclismo de Balneário Camboriú e Camboriú)

Os ciclistas percorreram as principais ruas da cidade e, segundo consta, foi bem difícil de se pedalar em silêncio, visto que as pessoas comumente conversam e se comunicam quando estão pedalando.

Bicicletada Floripa ocorrerá dia 29 de maio

A Bicicletada Floripa de maio vai ocorrer esta sexta-feira, dia 29.  Os ciclistas começarão a se encontrar a partir das 18h e devem sair para o pedal lúdico-educativo às 19h, pontualmente. O ponto de encontro será em frente ao CCE/Básico da UFSC e à Concha Acústica (veja mapa).

Traga seus amigos e parentes e venha celebrar ativamente a vida. Conheça pessoas novas e sociabilize-se de uma maneira que apenas a bicicleta pode proporcionar.

O percurso será decidido na hora pelos participantes e será feito em ritmo leve, respeitando as condições físicas de todos os que se fizerem presentes.

Em caso de chuva, Vento Sul ou qualquer outra condição climática, a Bicicletada está automaticamente CONFIRMADA.

Floripa 2009-05-29

De bicicleta ao estádio? O goleiro do Avaí dá o exemplo

A notícia abaixo foi originalmente publicada na edição impressa do periódico Diário Catarinense, em 21 de maio de 2009. Você pode ver a notícia no site do DC aqui. Dica retirada do Avaí de Bike.

Diário Catarinense

Série A

O exemplo de Eduardo Martini

Goleiro vai aos treinos de bicicleta para fugir dos engarrafamentos

O Avaí tem uma forte relação com as bicicletas. Os torcedores pediram, e a direção do clube planeja construir um bicicletário com aproximadamente 2 mil lugares – com previsão de ser inaugurado na partida contra o São Paulo, na quinta rodada do Brasileiro. E quem costuma dar o exemplo e ir pedalando até a Ressacada é o goleiro Eduardo Martini, um dos destaques da última rodada.

Martini faz o que muitos avaianos fazem – ir de bicicleta até a Ressacada e fugir do engarrafamentos. O arqueiro mora próximo à Universidade Federal de Santa Catarina e só pedala no início da semana.

– É muito importante este exemplo. Ele é um ídolo da torcida e vai inspirar jovens avaianos – disse Hercílio Costa Neto, diretor de esportes olímpicos do Avaí.

Segundo o gerente administrativo do Avaí, Luciano Corrêa, cerca de cem torcedores vão à Ressacada em dias de jogo e, por isso, está sendo planejado o bicicletário.

– Os torcedores vêm aos jogos de bicicleta por causa do engarrafamento, mas também pensamos em um clube ecologicamente correto. As novas coberturas já têm captação de água – contou o administrador.

Assim como o arqueiro Eduardo Martini vai aos treinos de bicicleta, cerca de cem torcedores vão aos jogos pedalando. Crédito: Ricardo Duarte.

Assim como o arqueiro Eduardo Martini vai aos treinos de bicicleta, cerca de cem torcedores vão aos jogos pedalando. Crédito: Ricardo Duarte.

No domingo, os torcedores também poderão conhecer as conquistas da equipe de ciclismo, que vai se apresentar antes da partida. O atleta Ramiro Cabrera Gonzalez foi campeão sub-23 na Volta do Uruguai e no Tour de SC e venceu a Volta de Gravataí-RS.

Bons exemplos para os avaianos começarem a pedalar.

Por Maurício Frighetto

[Matéria exibida no Globo Esporte / RBS TV/ Globo em 21 de maio de 2009. Assista aqui à reportagem no site.]

Dia de pedalar em silêncio

Vai ocorrer nesta quarta-feira, em diversas cidades do Brasil e do mundo, o Ride of Silence – ou Pedal do Silêncio.

O movimento é internacional, o que não impede que adquira características próprias dependendo do local onde é realizado.

O Ride of Silence pode adquirir diferentes feições: pode parecer uma homenagem, um ritual fúnebre, um espaço-tempo de confraternização ou reflexão, um exemplo de celebração da vida.

Isso depende exclusivamente dos participantes.

Implícitos, estão objetivos diversos: relembrar um amigo falecido, tentar conscientizar as pessoas de que a bicicleta também se utiliza das ruas, tentar mexer com o insconsciente dos motoristas para que eles sejam mais prudentes no trânsito das cidades.

Provavelmente, todos aqueles que participam do Pedal do Silêncio almejam, no fundo, uma cidade mais humana, onde prevaleça o equilíbrio entre os diferentes componentes do ambiente e onde a vida seja sempre respeitada.

Se você for pedalar, prefira usar camisetas e demais roupas brancas, e uma fita negra num dos braços.

É recomendável que se fique em silêncio, mas absolutamente nada impede que se comemore o que existe de mais precioso em nossa existência: a vida.

Belo Horizonte, MG

Belo Horizonte - Pedal do Silêncio 2009-05-20

Brasília, DF

Brasília - Pedal do Silêncio 2009-05-20

Rio de Janeiro, RJ

Rio de Janeiro 2009-05-20

São Paulo, SP

São Paulo - Pedal do Silêncio 2009-05-20

São Paulo - Pedal do Silêncio 2009-05-20 v2

Não importa se você for à ghost bike ou à Praça do Ciclista. Os locais ficam muito próximos.

Veja como foi o primeiro Pedal do Silêncio em São Paulo.

Vitória, ES

Concentração às 19h30 em frente ao bar Saideira, na Praia do Canto (Rua João da Cruz). Saída às 20h. Informações retiradas daqui.

(II) Bicicleta roubada em Florianópolis

Segue abaixo e-mail recebido:

Olá
Eu quero mandar este mail para vocês para notificar que a minha bicicleta foi roubada na UFSC ontem 18  de maio, e pedir a ajuda de todos vocês.
A bicicleta é uma CUBE ACID com câmbio e freio de disco Shimano tamanho 22 (ou seja, é grande).
Por favor se alguém tem alguma informação ou se quem roubou tentar vender, favor me informar.”

Modelo da bicicleta furtada.

Modelo da bicicleta furtada.

Segundo informações iniciais, devem haver apenas duas dessas bicicletas em Florianópolis – mas a outra tem freios da marca Magura.

Se você a vir, contacte o Victor.

Veja também:

Fique de olho nas outras bicicletas desaparecidas na Grande Florianópolis aqui e aqui.

CicloAitiara – uma idéia genial

Projeto CicloAitiara

A idéia é incrível: adquirir conhecimentos, tanto curriculares quanto de vida, através de experiências pessoais. Agora a grande sacada: sobre duas rodas. Pois é isso o que está acontecendo desde o dia 14 de maio com 26 alunos da Escola Waldorf Aitiara, de Botucatu, no interior do Estado de São Paulo. Os alunos, do 11º ano, estão envolvidos no Projeto CicloAitiara. Durante 11 dias, os estudantes percorrerão, de bicicleta, cerca de 300km entre as cidades de São Miguel Arcanjo (SP) e Paranaguá (PR). E, no meio do caminho, aprenderão conteúdos de biologia, filosofia e história, entre outros.

Do ponto de vista didático, os jovens perceberão, no percurso, como a fauna, a flora e os aspectos físicos interagem para formar os ecossistemas e como as populações humanas moldam o ambiente e são moldadas por ele. A diferença é que os alunos perceberão isso na prática. Eles observarão as diferentes comunidades humanas e prestarão atenção aos valores importantes em cada uma delas e como esses valores tiveram a sua origem.

Cicloaitiara 006

Aprendizado, vivência e – por que não? – diversão! O Projeto CicloAitiara une o útil ao agradável. Através da experiência de uma cicloviagem em grupo – e de tudo o que ela pode proporcionar: coletividade, solidariedade, companherismo -, os alunos adquirem novos valores, novos pontos de vista, enxergam situações sob ópticas diferentes, podem perceber realidades de maneiras bem mais profundas do que se estivessem em sala de aula. Estimulam a memória de modo a não apenas decorarem o que lhes foi passado – os alunos aprendem por terem vivenciado as situações!

A utilização da bicicleta nesse percurso tem motivos especiais… Além de ser um transporte ecologicamente correto e também proporcionar velocidades que permitam às pessoas tanto observar atentamente o seu redor quanto perceber as variações ambientais que se apresentam no caminho, as pessoas vêem-se valorizadas em cumprir toda essa aprendizagem dependendo-se de si mesmas para cumprirem os seus trajetos. Afinal, os jovens esforçaram-se para tanto e, com certeza, conseguirão chegar a Paranaguá com um vasto conhecimento novo.

No meio disso tudo, a bicicleta valoriza o aprendizado e é, por sua vez, valorizada. Os alunos provam que a bicicleta é um meio de transporte que, além de poder ser usado para locomoção urbana e viagens, pode ser um veículo de ensino, aliado da educação.

Fique por dentro

Além dos 26 estudantes, 3 professores, 2 pais de alunos e mais 4 ciclistas urbanos participam do Projeto CicloAitiara. Os alunos e professores estão relatando a experiência num blogue. Várias postagens estão engraçadas e vale muito a pena acompanhar os textos até o final da viagem.

Um dos ciclistas que estão lá para auxiliar e acompanhar os alunos, André Pasqualini também está mantendo um diário de bordo da viagem e disponibilizando seus álbuns de fotos.

Saiba mais:

SP: Alunos de escola rural percorrem 300km de bicicleta – matéria do Iuri Rubim no Blog das Ruas sobre a empreitada.

Obs.: este blogue ainda não está adotando todas as regras do Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa.

Grupo da “Travessia Pacífico-Atlântico” fará palestra na UFSC

Na próxima segunda-feira, 18 de maio, haverá, no auditório da Reitoria da UFSC, a apresentação do projeto “Travessia Pacífico-Atlântico – O Desafio pela Sustentabilidade”. Nessa empreitada, sete jovens percorreram o Chile e a Argentina, passando por diversos parques nacionais, sempre utilizando-se, para o deslocamento, as suas bicicletas.Travessia Pacífico-Atlântico - O Desafio pela Sustentabilidade

Os tópicos abordados na palestra serão:

– Cicloturismo;
– Apresentação da viagem;
– Parques nacionais da Argentina e Chile;
– Apresentação do “Plan Santiago en Bici”;
– Bicicletada Santiago;
– Exposição de fotos;
– Vídeo da viagem.

Saiba mais:

Travessia Pacífico-Atlântico – site oficial do projeto.

Repúdio ao AI-5 Digital

Ato contra AI-5 Digital

O Bicicleta na Rua manifesta o seu repúdio ao projeto substitutivo do Senador Eduardo Brandão de Azeredo (leia o projeto). Em São Paulo, cidadãos em bicicletas sairão da Praça do Ciclista às 18h rumo à Assembléia Legislativa de São Paulo.

Mega Não!
Petição online pelo veto ao projeto

Saiba mais:

Apocalipse Motorizado
Centro de Mídia Independente
Mariana Tamari (no Quintal)
Mario Amaya
Sergio Amadeu
Sergio Amadeu [2]

Charge – A Ilha tá afundando…

Mendes - ND 04-05.04.2009 gde

A charge acima foi publicada no Jornal Notícias do Dia, edição da Grande Florianópolis, no bíduo 04-05 de abril de 2009. A autoria dela é do irreverente Mendes.

Cicloturismo é tema de workshop em Florianópolis

O workshop “Cicloturismo e suas perspectivas no Brasil” está sendo realizado desde ontem 10 de maio, no Canto da Ilha Hotel, na Ponta das Canas, em Florianópolis. O workshop seguirá até esta terça-feira, quando haverá um passeio ciclístico promovido pelo Caminhos do Sertão.

As inscrições podem ser feitas na hora ou através deste site, onde também se encontra a programação, descrita abaixo. A inscrição é de R$20,00. Atletas federados, associados a clubes e estudantes pagam metade desse valor.

Workshop Cicloturismo

Programação

1°dia Domingo
07h00min às 08h00min- Café da manhã
08h10min às 10h10min- Walter Magalhães
10h20min às 11h50min- Caminhos do Sertão
12h00min às 13h00min- Almoço
13h10min às 15h10min- Antônio Olinto
15h20min às 16h50min- Circuito Vale Europeu
17h00min às 17h30min- Coffee break
17h40min às 19h00min- Equipe Sundown (Psheid)
20h00min às 21h00min- Jantar

2°dia Segunda – feira
07h00min às 08h00min- Café da manhã
08h10min às 10h10min- Central Bikes (oficinas)
10h20min às 11h50min- Central Bikes (oficinas)
12h00min às 13h00min- Almoço
13h10min às 15h10min- Secretaria de Turismo
15h20min às 19h00min- Stands de divulgação
20h00min às 21h00min- Jantar

3° dia Terça – feira
7h30min- Passeio ciclístico “Caminhos do Sertão”

Começa julgamento do jovem embriagado que assassinou triatleta após Lei Seca

A reportagem abaixo foi originalmente publicada no Jornal Notícias do Dia, versão da Grande Florianópolis, em 8 de maio de 2009. O único pequeno deslize foi corrigido no próprio texto.

Notícias do Dia - logo

Ciclistas atropelados.

Começa a batalha jurídica

Com a alegria de quem sabe dar valor à vida, o triatleta Marcelo Occhialini Godoy já voltou a nadar e a correr, mas ainda não treina de bicicleta, pois não consegue apoiar o braço no guidão. Ele não está totalmente recuperado das fraturas expostas que sofreu no braço e na perna direita, na manhã do dia 3 de agosto de 2008, ao ser atropelado por um motorista embriagado quando pedalava na SC-401 SC-402, em Jurerê Internacional, junto de seu amigo Rodrigo Lucianetti, que morreu no local aos 31 anos. Na próxima segunda-feira, às 14h, começa uma batalha jurídica, com a demarcação da primeira audiência criminal.

Godoy espera que o acusado Thiago Luiz Stabile, 21 anos, seja penalizado. “Bebeu e pegou o volante: tem de assumir as conseqüências. No acidente nem nos deu assistência, só não fugiu porque o carro dele não estava em condições de uso. Em nenhum momento entrou em contato comigo e com a viúva para pedir desculpas”, denuncia a vítima. O triatleta também critica a defesa do acusado que, segundo ele, chega a insinuar que os próprios ciclistas atropelaram o veículo.

Para pedir agilidade na decisão do caso e punição para o autor do acidente, será realizada uma manifestação pública, às 12h30, em frente ao Fórum da Capital. “Marcamos com toda a turma do triathlon, Ironman, amigos e parentes. Vamos levar cartazes para não deixar passar em branco esse crime”, garante Godoy.

Embriaguez ao volante

Quando ocorreu o acidente, 0s amigos treinavam para o Ironman 70.3, disputado em setembro em Penha, Litoral Norte. O teor alcoólico de Stabile, que estava com um veículo Gol, com placa de Rio do Sul, foi constatado por bafômetro. Se o jovem for condenado por homicídio doloso, como deseja a acusação, pode pegar de seis a 20 anos de reclusão devido ao crime de homicídio consumado; de seis anos de detenção por tentativa de homicídio e de seis a três anos por embriaguez ao volante.

Saiba mais:

Mais rigor no trânsito – artigo de Clarissa Homsi mostra as tendências do Judiciário no tratamento às infrações de trânsito.
A rodovia das mortes – Quando ciclistas são assassinados – matéria do Bicicleta na Rua aborda o descaso das autoridades públicas estaduais para a situação que ciclistas e pedestres enfrentam na SC-401.
Bicicletas-fantasmas em Florianópolis para o mundo saber – as homenagens aos ciclistas falecidos na Grande Florianópolis chegaram ao site internacional Ghostbikes.org.
Papo no Deinfra: sobre bicicletas em acostamento e o caso de Jurerê – conteúdo do Bicicleta na Rua mostra que se pensava em retirar as bicicletas-fantasmas dos locais onde foram instaladas.
Passeata faz homenagem a triatleta morto ao ser atropelado por motorista bêbado – reportagem do Diário Catarinense sobre a Passeata pela Vida.
Motorista embriagado provoca morte de ciclista em Florianópolis – reportagem do Diário Catarinense sobre a tragédia dos ciclistas.

Pedalada na Osni Ortiga vai reivindicar ciclovia e respeito

Acontecerá neste sábado, 09 de maio, mais uma ciclopasseata dos moradores locais exigindo mais respeito à vida dos pedestres e ciclistas que utilizam a R. Vereador Osni Ortiga e a implementação de uma estrutura cicloviária decente na Lagoa da Conceição. Os participantes vão se encontrar na sede da Associação de Moradores do Porto da Lagoa (AMPOLA), próxima à igrejinha do bairro, a partir das 14h30. A saída está prevista para às 15h.

O ritmo da pedalada será leve e qualquer pessoa pode participar. Ela irá ocorrer mesmo em caso de chuvas.

Lagoa da Conceição 2009-05-09

Recomenda-se utilizar rou- pa chamativa e pequenas placas de protesto contra a atual situação com a qual os moradores convivem no dia a dia.

Movimento

Visando a dar um caráter permanente aos anseios da população da Lagoa da Conceição, que há 12 anos exigem a construção de ciclovias [decentes] nas principais ruas do bairro, foi constituído o Movimento Ciclovia na Lagoa Já. Os integrantes deste movi- mento têm buscado audiências públicas com representantes da prefei- tura de Florianópolis e do Estado de Santa Catarina, além de organizarem um jornal que mostra a articulação dos moradores com a prefeitura para a construção da ciclovia na R. Ver. Osni Ortiga e divulgarem as Bicicletadas da Lagoa e passeios ciclísticos.

Saiba mais:

Veja como foi o primeiro Passeio Ciclístico da Lagoa.

Relatos:

Bicicleta na Rua
Jornal da Lagoa
Jornal Notícias do Dia
Movimento Ciclovia na Lagoa Já

Fotos:

Ana Carolina Vivian
Caminhos do Sertão
Ciclista Fabiano

Vídeos:

Bicicleta na Rua
Daniel de A. Costa
Lagoa Virtual
Patrola – RBS TV/Globo

Problemática:

Bicicleta na Rua Caminhos do Sertão Jornal da Lagoa Jornal Notícias do Dia Movimento Ciclovia na Lagoa Já

Vídeos do Passeio Ciclístico da Lagoa

Assista abaixo os vídeos do Passeio Ciclístico da Lagoa da Conceição que ocorreu em 4 de abril deste ano.

Bicicleta na Rua

Daniel de Araújo Costa

Lagoa Virtual

O portal Lagoa Virtual é um dos mais completos quando se trata da Lagoa da Conceição. Ele deu bastante destaque ao Passeio Ciclístico – e às futuras Bicicletadas da Lagoa – e produziu o vídeo abaixo.

Patrola

O Patrola, programa de temática jovem da RBS TV, afiliada da Rede Globo de Televisão no litoral central de Santa Catarina, fez a matéria abaixo. A reportagem foi ao ar na manhã do dia 11 de abril. Assista aqui ao programa original na íntegra.

Saiba mais:

Veja como foi o primeiro Passeio Ciclístico da Lagoa.

Relatos:

Bicicleta na Rua
Jornal da Lagoa
Jornal Notícias do Dia
Movimento Ciclovia na Lagoa Já

Fotos:

Ana Carolina Vivian
Caminhos do Sertão
Ciclista Fabiano

Problemática:

Bicicleta na Rua
Caminhos do Sertão
Jornal da Lagoa
Jornal Notícias do Dia
Movimento Ciclovia na Lagoa Já

%d blogueiros gostam disto: