Cartas-resposta em favor das ciclofaixas em Blumenau


As respostas abaixo referem-se a esta coluna de Carlos Tonet publicada nesta quinta-feira, 16 de julho, no jornal Folha de Blumenau. Nela, o colunista faz críticas não construtivas sobre as novas ciclovias e ciclofaixas de Blumenau.

Infeliz coluna

Foi com uma grande infelicidade que acabei por descobrir que o colunista desconhece os princípios de convivência em sociedade, uma pesquisa decente sobre aquecimento global e que, infelizmente, não costuma observar, dentro do conforto do seu automóvel parado no trânsito cada vez pior de Blumenau, a existência de ciclistas nas ruas e ciclofaixas de Blumenau.

Acho incrível que o colunista não tenha reparado também que ele é responsável pelo congestionamento que cada vez mais se apodera das ruas de Blumenau. Congestionamento esse causado pelos carros, como o do colunista.

Não vai adiantar construir mais ruas. Se todos os blumenauenses forem como o colunista, independente de ônibus ou ciclistas, os carros vão ficar parados em monstruosos congestionamentos. E isso não tardará a chegar – a considerar que todos os blumenauenses sejam como o colunista.

O mais engraçado é que, sendo contra a ciclovia, o colunista é contra a própria liberdade de locomoção em tempos futuros. A implementação de ciclofaixas na cidade é inevitável. O colunista poderá, no máximo, conseguir retardar esse processo – o que eu acho difícil. Seria ótimo se Blumenau se espelhasse nas cidades alemãs coirmãs. Nelas, há bastante infraestrutura para quem quiser usar a bicicleta. Não há dúvidas de que a vida lá é bem melhor – e as bicicletas certamente contribuem para isso.

O comentário do colunista, como bem já escrevi, é um tiro no próprio pé, quer dizer, será algumas horas a mais para ele ficar preso no trânsito no suposto conforto de seu carro nos próximos anos. Ele desestimula as pessoas a usarem a bicicleta e estimula a utilizarem o automóvel. Com mais automóveis na rua, mais tempo levará o colunista a chegar ao seu destino em seus deslocamentos. Fico a pensar se é isso mesmo o que ele quer.

Quero lembrar também que o colunista corre o risco de dormir atrás das grades caso resolva fazer o que promete no último parágrafo. Aliás, se alguém o fizer, corre o risco de lá dormir por incentivar prática contra a lei e contra a sociedade. É melhor o colunista torcer para que as ciclofaixas continuem intactas.

Por fim, esta epístola digital estará disponível na internet para que não tenhas problemas em encontrá-la se algum dia o colunista quiser refletir.

Com atenção – e decepção pela leitura de vossa coluna-,
Fabiano Faga Pacheco

Resposta da ViaCiclo:

ViaCiclo - logo

_

ViaCiclo – Associação dos Ciclousuários da Grande Florianópolis

_

Repudiamos o ataque à civilidade ciclística

Sr. Editor da Folha de Blumenau,

Através desta manifestamos nosso veemente repúdio às declarações do Sr. Carlos Tonet acerca da mobilidade ciclística.

Comunicamos que vamos dar conhecimento de tal artigo a toda nossa rede de relacionamentos no Brasil, uma vez que ele auxilia a compreensão dos motivos que fazem o Brasil ser um país atrasado em termos de mobilidade urbana.

A metade das mortes anuais no trânsito, em todo o mundo (1,2 milhão), são de pedestres e ciclistas, o que significa que trata-se de pessoas excluídas da sociedade do automóvel devido às suas condições financeiras, que são incapacitadas de dirigir ou que, podendo ter um carro, não desejam ser cúmplices de um modelo de transporte insustentável (devido aos danos causados à urbanidade e à natureza) e injusto (porque é absolutamente impossível que todas as famílias possuam um carro).

Desta forma, além de completo desconhecimento político e técnico, as opiniões do Sr. Tonet revelam a opção em favor das elites sociais, escárnio contra as vítimas do trânsito e um ataque ao bom senso que poucas vezes tem sido encontrados na imprensa brasileira.

Felizmente Blumenau possui um excelente contraponto à mentalidade do Sr. Tonet. A cidade sedia uma das mais respeitadas organizações ciclísticas do Brasil, a Associação Blumenauense Pró-Ciclovias – ABC, entidade que, conosco e com diversas outras organizações brasileiras que se dedicam à mobilidade sustentável, compõem a União de Ciclistas do Brasil – UCB, a qual também instalará, por decisão de sua última Assembléia Geral, sua sede em Blumenau.

Percebemos que a escolha da nova sede da UCB foi acertada, pois uma cidade tão importante no cenário brasileiro como é Blumenau está precisando de auxílio para proteger a civilidade que seus munícipes construíram do ataque de colunistas como o Sr. Tonet.

Milton Carlos Della Giustina
Presidente
ViaCiclo – Associação dos Ciclousuários da Grande Florianópolis

Saiba mais:

Blumenau implanta mais ciclovias

Sobre bicicletanarua
Ciclista urbano paulistano residente em Florianópolis.

8 Responses to Cartas-resposta em favor das ciclofaixas em Blumenau

  1. Carlos Gofferjé Neto disse:

    Estou com vocês. Este senhor não sabe o que escreve. Não é de hoje que este jornalista escreve besteiras sobre as ciclovias. Ele deveria sofrer sérias advertências por incentivar a ignorância e o vandalismo! Uma vergonha para Blumenau e para o jornal Folha de Blumenau.

  2. Pingback: Blumenau: resposta do presidente da UCB « Bicicleta na Rua

  3. Pingback: A polêmica sobre as ciclofaixas de Blumenau | + Vá de bike! +

  4. Jandir Rpgério Haack disse:

    Começei a passar por essa ciclofaixa semana passada, ainda haviam alguns carros que insistiam em estacionar, nessa semana haviam 1 ou 2 estacionados, semana que vem não terá mais ninguém.
    Foi somente o 1ºimpacto quando perceberam a ciclofaixa,já estão se acostumando…
    E o engraçado que o Sr Carlos Tonet quer fazer pose de Intelectual na foto da sua coluna.Intelectual!!!!

  5. Mario Amaya disse:

    Eu moro longe de Blumenau mas também exijo ler uma resposta pública de retratação do colunista, voltando atrás em seus ataques brutais, nem que seja disfarçando que a ideia era fazer piada com o assunto. Senão, ele vai ter sérios problemas a partir de agora. Vou seguir ignorando-o, mas outros ciclistas não, e na Internet nada é esquecido. Atitude extrema como essa ferra com o currículo de um profissional de opinião. A publicidade que conseguiu para si não presta para nada. Quanto a ele ser veículo de opinião de lojistas míopes, é normal que estes só saibam o que é bom para eles depois que está feito.

  6. Pingback: Blumenau: Cidadania e qualidade de vida « Bicicleta na Rua

  7. Pingback: Fábio Caparica » del.icio.us entre 22.07.2009 e 29.07.2009

  8. Diógenes disse:

    Penso que o Sr. Tonet deve ter sido coagido a escrever o escreveu. Coagido por um desejo incontrolável de puxar o saco de algum ‘figurão’ que não gosta das ciclofaixas e ciclovias.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: