Ciclistas mortos na Grande Florianópolis após a vigência da Lei Seca


A seleção abaixo foi feita somente com base nas informações repassadas pela imprensa e pelos nossos colaboradores. Elas não se constituem nos dados mais verídicos devido à falta de informações repassadas pelos órgãos municipais, estaduais e federais sobre o assunto.

Florianópolis, 3 de agosto de 2008

Mais mais de um mês após o início da vigência da Lei Seca,  os triatletas Rodrigo Machado Lucianetti e Marcelo Occhialini Godoy foram atingidos enquanto treinavam no acostamento da SC-402, sentido bairro->centro, em Jurerê. O automóvel, conduzido por um adolescente embriagado de 21 anos, vinha no sentido contrário e atingiu ambos após atravessar a pista pela contramão. Rodrigo morreu na hora e Marcelo teve diversas fraturas.

Uma semana depois, mais de 300 pessoas participaram da Passeata pela Vida, na qual foi instalada a primeira bicicleta-fantasma (ghost bike) de Florianópolis e pintada uma estrella negra no asfalto. A bicicleta permanece lá.

O julgamento do motorista, Thiago Luiz Stabile, ainda não aconteceu, mas já houve a primeira audiência, na qual seus advogados tentaram insinuar que os próprios ciclistas atropelaram o automóvel. A batalha ainda continua.

Saiba mais:

Para não esquecer – Primeira ghost bike de Florianópolis – reportagem do Diário Catarinense, versão impressa, sobre a Passeata pela Vida.
Começa julgamento do jovem embriagado que assassinou triatleta após Lei Seca – o Jornal Notícias do Dia alerta sobre a primeira audiência do caso em questão.
Ato pede segurança para ciclistas – vídeo do programa SC no Ar.
Passeata faz homenagem a triatleta morto ao ser atropelado por motorista bêbado – reportagem do Diário Catarinense sobre a Passeata pela Vida.
Motorista embriagado provoca morte de ciclista em Florianópolis – reportagem do Diário Catarinense sobre a tragédia dos ciclistas.
Papo no Deinfra: sobre bicicletas em acostamento e o caso de Jurerê – conteúdo do Bicicleta na Rua mostra que se pensava em retirar as bicicletas-fantasmas dos locais onde foram instaladas.

Florianópolis, 13 de setembro de 2008

Rodrigo Wilmar da Costa foi atropelado no acostamento da SC-401, em Canasvieiras, por mais um motorista embriagado, que dirigia um carro com placas de Viamão. Ele foi liberado após pagar fiança de R$2500,00.

Rodrigo bateu a cabeça numa árvore e caiu num declive. Foi resgatado, mas faleceu pouco depois no Hospital Celso Ramos. Uma bicicleta-fantasma foi pendurada no local do acidente. Vários meses depois, foi furtada.

Esse caso é emblemático porque o veículo em questão era roubado e, ainda por cima, estava com uma placa clonada!

Saiba mais:

Bicicleta fantasma em Canasvieiras – vídeo da RBS TV Notícias mostrando a instalação da ghost bike.
Ciclista morre atropelado em Florianópolis – reportagem do Diário Catarinense on line falando sobre o acidente.

Biguaçu, 6 de outubro de 2008

Esaú Roberto de Medeiros, participante do grupo MTB Floripa, voltava para casa, no bairro Fundos de Biguaçu, pela contramão da marginal da BR-101 no km 196,5 quando foi atingido pelo uma motocicleta na saída de uma rua.

Uma bicicleta-fantasma foi instalada no cruzamento, mas foi retirada pela família pouco tempo depois.

Saiba mais:

Dois ciclistas são vítimas de atropelamento – reportagem da versão impressa do Diário Catarinense.

Florianópolis, 28 de fevereiro de 2009

O caso mais curioso até agora. Ocorreu no km 6 da SC-401, próximo a onde faleceu Rodrigo Wilmar da Costa. As primeiras informações davam conta de que o Thiago Batista, de 22 anos, estaria com uma bicicleta quando foi atropelado.

Entretanto, após texto publicado neste blogue, novas informações surgiram. Thiago estaria na garupa de uma motocicleta. O piloto desta atropelou um ciclista e, neste instante, Thiago caiu, sendo atropelado por um automóvel que seguia pouco atrás. Tanto o motociclista quanto o motorista do automóvel fugiram do local. Thiago e o ciclista de identidade desconhecida faleceram.

Saiba mais:

A rodovia das mortes – Quando ciclistas são assassinados – artigo no blogue comentando as primeiras informações divulgadas.
Ciclista morre na SC-401, depois de 111 dias sem vítimas na rodovia – notícia veiculada no Diário Catarinense on line.
Homem é encontrado morto na SC-401 na Capital – primeira notícia, mais precisa, publicada no Diário Catarinense on line.

Florianópolis, 24 de março de 2009

Mais um acidente em Canasvieiras na SC-401, desta vez no km1 da rodovia. Lelio Calandrini Pietrowski Coelho, de 48 anos, foi atingido por um caminhão  com placa de São José quando pedalava pelo acostamento.

O motorista perdera o controle de seu veículo e atingiu o ciclista antes de cair num banhado.

Saiba mais:

Ciclista morre em acidente na Capital – conteúdo do Diário Catarinense on line sobre o caso.

São José, 19 de maio de 2009

Michel Paulo Vieira tinha quase 15 anos (faria aniversário no dia seguinte), quando foi atropelado na R. Vereador Arthur Mariano, no bairro Forquilhinhas. Ele teria esbarrado no meio-fio, perdido o equilíbrio e caído na pista, onde foi atingido por um caminhão que trafegava em velocidade baixa, mas sem dar a distância de 1,5m.

Os moradores fecharam a rua em protesto, exigindo calçada e lombadas. Ainda hoje, quem caminha pela região tem que se utilizar das ruas por falta de opção.

Saiba mais:

Adolescente morre atropelado por caminhão em São José – vídeo da manifestação dos moradores exibido no Jornal do Almoço.
Adolescente morre atropelado por caminhão em São José – reportagem do Diário Catarinense on line sobre o acidente.

Garopaba, 7 de junho de 2009

Erison Altino Baldança tinha 74 anos quando foi atingido por um automóvel na R. José Antônio Lobo, no bairro Ferraz. Ele chegou a ser socorrido de helicóptero, mas não resistiu.

Esse episódio foi significativo porque a cidade havia retirado a única ciclofaixa existente na cidade quatro meses antes, mesmo após protestos dos ciclousuários.

Saiba mais:

Cinco pessoas morrem nas estradas catarinenses no final de semana – informação do Diário Catarinense on line.

Paulo Lopes, 26 de novembro de 2009

Manoel Antônio Alexandre, de 87 anos, pedalava pelo km 254 da BR-101 quando um automóvel tirou-lhe a vida.

Um dos piores trechos para se pedalar pela BR-101 no Estado de Santa Catarina estão nessa cidade. As passarelas para travessia de pedestres encontram-se, também, em locais inadequados.

Saiba mais:

Ciclista morre em acidente em Paulo Lopes – chamada do Diário Catarinense on line.

Garopaba, 24 de março de 2010

Maria Reny Junges tinha 59 anos e pedalava pelo km 7 da SC-434, em Encantada, quando um ônibus lhe derrubou e passou por cima. O motorista não havia reparado a mulher de bicicleta e só foi avisado pelo acidente através dos passageiros.

Saiba mais:

Mulher morre atropelada por ônibus em Garopaba – informação ligeiramente incorreta publicada no Diário Catarinense on line.

Sobre bicicletanarua
Ciclista urbano paulistano residente em Florianópolis.

24 Responses to Ciclistas mortos na Grande Florianópolis após a vigência da Lei Seca

  1. Pingback: Motorista embriagado que matou ciclista no Jurerê vai a júri popular « Bicicleta na Rua

  2. Pingback: Dois exemplos de por que devem ser feitas ciclovias em vez de ciclofaixas nas rodovias « Bicicleta na Rua

  3. Pingback: Sentimento extravasado « Bicicleta na Rua

  4. Pingback: Mais um ciclista morre na SC-401 « Bicicletada Floripa

  5. Pingback: (Vídeo) Acidente na SC-401 no RBS Notícias « Bicicleta na Rua

  6. Pingback: SC-401, a Rodovia da Morte para ciclistas « Bicicleta na Rua

  7. Pingback: Charge – SC-401: Pedalando com segurança « Bicicleta na Rua

  8. Pingback: Ciclofaixa na SC-401: Deinfra diz que está dentro das normas. Ciclistas protestam. « Bicicleta na Rua

  9. Pingback: Florianópolis terá duas Bicicletadas neste fim de semana « Bicicletada Floripa

  10. Pingback: Bicicletadas em florianópolis em homenagem aos ciclistas mortos no trânsito « Bicicleta na Rua

  11. Pingback: “Os ferimentos do meu filho não foram leves”, diz mãe de ciclista atingido na SC-401 « Bicicleta na Rua

  12. Pingback: Notícias sobre a Bicicletada deste sábado « Bicicleta na Rua

  13. Pingback: Bicicletada Floripa

  14. Pingback: De luto… mais uma vez! Até quando? « Bicicletada Floripa

  15. Pingback: Mais de duzentas pessoas comparecem à homenagem a ciclista morto na SC-401, neste sábado « Bicicleta na Rua

  16. Pingback: Florianópolis foi a primeira cidade da América do Sul a ter duas bicicletas-fantasmas instaladas em apenas um final de semana « Bicicleta na Rua

  17. Pingback: “Espero que a ghost bike em homenagem a ele tenha sido a última”, diz nora de ciclista atropelado em ciclofaixa em Canasvieiras « Bicicleta na Rua

  18. Pingback: Bicicletada Floripa de agosto homenageia ciclista morto em local que deveria ter ciclovia há 6 anos « Bicicleta na Rua

  19. Pingback: Morte no Santa Mônica poderia ter sido evitada. Ghost bike será instalada hoje. « Bicicleta na Rua

  20. Pingback: (Vídeo) Bicicletas-fantasmas em Florianópolis « Bicicleta na Rua

  21. Pingback: (Vídeo) Prévia do documentário “Ghost Bikes” « Bicicleta na Rua

  22. Pingback: (Vídeo) Ghost Bikes: uma experiência multimídia « Bicicleta na Rua

  23. Pingback: Lembranças de um ano atrás « Bicicleta na Rua

  24. Pingback: Gabriel | Bicicleta na Rua

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: