Notas sobre a reunião pelo fim da impunidade no trânsito


– A reunião lotou o Café dos Esportes. Faltou cadeira, demonstrando o interesse da população no tema.

– Alexandre, atleta da IronMind, passou por ambos os ciclistas instantes antes. Os ciclistas estavam na grama, circulando após o guard rail. Foram atingidos na grama, a 4,5m! O ciclista falecido, Emílio Delfino Carvalho de Souza voou sobre o carro, parando próximo a Alexandre.

– O motorista Lucas Collovini estaria com pulseirinha de balada e com forte cheiro etílico

– Há apenas 4 bafômetros em Florianópolis. Um ciclista que treinava no domingo, ao passar na saída de uma balada (a Pacha), viu policiais militares controlando o trânsito, ajudando os motoristas, alguns visivelmente alterados, a saírem das noitadas.

– A juíza Ana Luísa Schmidt Ramos estava de plantão no dia do acidente do Rodrigo Lucianetti. Foi a primeira noite da Lei Seca na cidade. Ela, à época, não pedalava. Começou a usar a bicicleta há um ano e meio. No dia, morreram duas pessoas (um motociclista foi o outro). Ela, desde o princípio, considerou o caso como homicídio doloso.

– Os advogados do motorista Thiago Luiz Stabile queriam que os ciclistas Lucianetti e Marcelo Godoy realizassem exames de sangue. Achavam que uma barrinha de cereal fosse maconha… Obviamente, ambos não estavam drogados, ao contrário de Thiago, que se encontrava alcoolizado.

– Uma das declarações mais comoventes veio de João Paulo Garibaldi, aluno da nona fase da Medicina, que afirmou que estavam todos consternados e manifestou a solidariedade e disposição do Centro Acadêmico Livre de Medicina (CALIMED) em colaborar no que for possível.

– Declarações da Polícia Militar Rodoviária quando de ligações de ciclistas que, no acostamento, observaram veículos cujos motoristas aparentam estar embriagados têm sido desencorajadoras, ocasionando inação deste órgão e ineficácia na aplicação da Lei Seca, além de impunidade no trânsito.

Encaminhamentos:

– Exigir que as autoescolas obrigatoriamente passem a ministrar conteúdos da legislação referente à circulação de bicicletas. Pedir a obrigatoriedade de uma questão referente à bicicleta no exame do DETRAN.

– Pedir a marcação da data do júri popular do motorista que atropelou Rodrigo Lucianetti.

– Marcar reunião no Ministério Público e outros órgãos.

– Exigir mais bafômetros para o Estado e efetiva fiscalização nas rodovias estaduais, com o cumprimento da Lei Seca já.

– Triatletas participarão da competição no sábado com faixas pretas no braço, uma vez que não poderão comparecer à Bicicletada.

– Próxima reunião no Café dos Esportes na terça-feira que vem, às 19h, para marcar uma megamanifestação em prol da vida no trânsito, possivelmente o Pedal do Silêncio.

Anúncios

Sobre bicicletanarua
Ciclista urbano paulistano residente em Florianópolis.

7 Responses to Notas sobre a reunião pelo fim da impunidade no trânsito

  1. airesbecker says:

    O bafometro funciona para que em médio nível de embriagues e se acha em condições de dirigir, neste nível a pessoa pode ter medo de punição e deixar de dirigir se estiver alcoolizada.
    Para quem está em elevado nível de embriagues a falta de consciência faz com que a pessoas não tenha responsabilidade nem medo de punição pelo bafometro e vai dirigir igual.

  2. Audálio Jr says:

    É isso aí pessoal! Vamos nos manifestar, demonstrando que não estamos passivos à estas mortes e tentar fazer de forma que a população veja que estamos fazendo algo positivo para todos: ciclistas, amigos, familiares!

    Abraços, Audálio Biker Jr

  3. Pingback: Charge – SC-401: Pedalando com segurança « Bicicleta na Rua

  4. Pingback: Ciclofaixa na SC-401: Deinfra diz que está dentro das normas. Ciclistas protestam. « Bicicleta na Rua

  5. Pingback: Um ano e nada mudou « Bicicleta na Rua

  6. Pingback: Lembranças de um ano atrás « Bicicleta na Rua

  7. Pingback: Jornal comete gafes ao criticar cicloativismo de Florianópolis | Bicicleta na Rua

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: