Público do Donna Fashion Iguatemi ovaciona Bicicletada


Conteúdo Especial - Bicicleta na RuaCiclistas pediam seriedade no cumprimento de TAC que prevê que shopping construa de 1,25 km de ciclovia na Av. Madre Benvenuta, em Florianópolis

A Bicicletada Floripa desfilou ao redor da passarela da moda. Um ano após a morte do ciclista José Lentz Neto, a tradicional manifestação de rua ocupou calmamente os espaços internos de um dos principais shoppings da cidade.

Logo após às 19h, ao saírem da pista de skate da Trindade, os ciclistas, cerca de 50, deixaram seus veículos no bicicletário externo do Shopping Iguatemi e, com capacetes, coletes refletivos e algumas faixas e placas, dirigiram-se ao balcão de informações. Rapidamente, a caixa de sugestões ficou lotada com um pedido que ecoava uníssono: “Cadê a ciclovia?”

Desfile

Seguidos com certo conforto pelos seguranças, os ciclistas chamaram atenção que quem foi conferir a segunda noite do evento de moda Donna Fashion Iguatemi. “Ajude-me a não ser a próxima bicicleta-fantasma desta cidade”, “Quantas vidas valem a ciclovia?”, “Shopping Iguatemi mata ciclistas”, “Iguatemi, matando ciclistas desde 2006” e “Cadê a ciclovia”, em cartazes e camisetas, desviavam a atenção dos freqüentadores do shopping. O desfile dos ciclistas chamou a atenção dos repórteres do evento, mais até do que o desfile na passarela.

Do térreo, a Bicicletada ascendeu até o segundo andar, dando a volta na Praça de Alimentação, num caminhar em conjunto e quase silencioso. Já a ovação das pessoas que os viam passar era ruidosa. Palmas, aplausos e palavras de apoio dominaram diversos ambientes do templo do consumo.

Na saída, o coro foi dos ciclistas: “Ei, Iguatemi, cadê a ciclovia!?”, indagavam, sem resposta aparente.

Ciclovia, não ciclofaixa

Ao sair do shopping, os ciclistas puderam, enfim, pedalar. Seguiram pela mesma Av. Madre Benvenuta na qual deveria, há 7 anos, ter uma ciclovia. Foi o acertado em um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) firmado entre o Shopping Iguatemi, o Ministério Público Federal (MPF) e a Prefeitura Municipal de Florianópolis.

Em 2010, a prefeitura, em uma audiência no MPF, resolveu desqualificar os projetos técnicos de seus profissionais de carreira, que projetaram uma ciclovia bidirecional na Av. Madre Benvenuta como parte da compensação ambiental por parte do empreendimento. Àquela data, a execução de 625m da obra já estava definida pela Justiça, não tendo, entretanto, saído do papel.

No dia 3 de julho de 2013, nova audiência definiu que o shopping faria os projetos com base nas diretrizes dos técnicos do planejamento urbano da cidade. Mas o empreendimento parece não ter interesse em executá-lo. Com base na Lei de Acesso à Informação (Lei Federal Nº 12.527), o Bicicleta na Rua obteve o projeto técnico para o trecho compreendido entre a UDESC e a Rua Walter Mussi, protocolado no dia 2 de agosto.

O projeto está, no mínimo, amador na questão da mobilidade por bicicleta. O projeto foi também mostrado a coletivo de pessoas com deficiências (PcDs), que consideraram altamente inadequados os quesitos básicos de acessibilidade. A avaliação foi unânime: o empreendimento almeja postergar ainda mais a execução dessa obra à comunidade.

Pelas diretrizes reforçadas pela prefeitura, a Av. Madre Benvenuta deverá ter ciclovia bidirecional em toda a sua extensão pelos bairros Santa Mônica e Itacorubi.

Bicicletas brancas

A procrastinação, entretanto, já fez a sua primeira vítima fatal: José Lentz Neto. No local do incidente, os ciclistas fecharam ambas as pistas da Av. Madre Benvenuta, largaram as bicicletas ao chão e deram as mãos, realizando 1 minuto de silêncio, com amplo apoio dos motoristas.

O percurso também passou pela UFSC. Na rótula em que Lylyan Karlinski Gomes foi atingida – ao contrário do que indicam os resultados preliminares da perícia realizada no último domingo, com o ônibus estático – foram dadas 3 voltas de silêncio. Posteriormente ainda, após uma liberação de tráfego, um deitaço, de pessoas e suas bicicletas, tomou conta da rua por pouco mais de 1 minuto. Vários automóveis buzinavam em apoio.

Bom exemplo

O trajeto passou por toda a principal rua do bairro Trindade e, pelo adiantado da hora, tomou um rumo diferente: o estacionamento do supermercado Angeloni, unidade Beira-mar. Recentemente, o estabelecimento implantou um novo estacionamento de bicicletas em seu interior. Ficou lotado!

Apesar do modelo dos paraciclos não seguirem o parâmetro municipal, ainda assim é um dos considerados adequados pela Associação dos Ciclousuários da Grande Florianópolis (ViaCiclo) e pela União de Ciclistas do Brasil (UCB).

Não gostou

Um dos editores da TVCOM, que cobria o desfile do Donna Fashion, ao contrário do público, não gostou muito da presença dos ciclistas no shopping. A data e horários da Bicicletada, que coincidiram com o evento, levou repórteres e fotógrafos a naturalmente prestigiarem o inusitado dos ciclistas. Estes não puderam, entretanto, gravar as notícias com os ciclistas, por determinação de cima.

Para ficar de olho: tem gente que já pensa em “malhar” os ciclistas dentro de uma das maiores emissoras locais por isso.

Não conseguiu

O vereador Pedro de Assis Silvestre, o Pedrão (PP), que recentemente fez um discurso na tribuna afirmando que o “shopping Iguatemi está matando ciclistas”, foi hoje trabalhar de bicicleta, mas não conseguiu chegar em tempo à Bicicletada. Conforme postou em uma rede social, teve a corrente arrebentada a caminho da concentração.

Fabiano Faga Pacheco

Sobre bicicletanarua
Ciclista urbano paulistano residente em Florianópolis.

One Response to Público do Donna Fashion Iguatemi ovaciona Bicicletada

  1. juan disse:

    poxa pedrão, que infortúnio, logo nesse dia….

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: