SC-401 em uma mobilização por ciclovia


A situação caótica da SC-401 parece não ter sensibilizado os gestores públicos, no que tange à mobilidade universal. Mais uma obra está sendo feita sem a MENOR consideração com os ciclistas e os pedestres. Como se não bastasse o presidente do Departamento Estadual de Infraestrutura (DEINFRA) ter justificado a ciclofaixa implantada no trecho de Jurerê a Canasvieiras mostrando uma rodovia italiana com ciclofaixa com o dobro da largura e apenas a metade da quantidade de faixas de rolamento da SC-401, num dos trechos mais perigosos para a circulação de ciclistas uma obra feita para os automóveis simplesmente ignora o transporte ativo.

Ao fazer uma obra num dos locais com maior número de acidentes de automóveis, esqueceram os gestores que a 200m dali morreu Emílio. Esqueceram eles que outros veículos também trafegam por ali. Simplesmente criaram obstáculos à circulação da bicicleta, em vez de justamente criar facilidades.

E a desculpa não foi outra senão a de que é uma obra pontual. Uma obra pontual sem planejamento de longo prazo. Ou – talvez ainda pior – sem planejamento de curto prazo para viabilizar a vida. Seriam realmente “As Pessoas em Primeiro Lugar” o foco do governo estadual? Em mais esta obra, não aparenta ser.

E a ciclovia projetada desde 1991 continua sem ter um único resquício decente nos 20km de extensão da mais movimentada rodovia estadual catarinense.

A falta de segurança para o pedalar SC-401 não é novidade. E também não é a primeira vez que uma ação estadual prejudica quem opta por pedalar. E também é de conhecimento público que o número de mortes de ciclistas nesta rodovia é elevado. Mesmo após 7 mortes, entretanto, duas no trecho dotado com ciclofaixa, a gestão pública parece não ficar comovida. Virarão essas sete pessoas apenas estatísticas ou servirão seus rostos para mobilizar uma decisão política que coloque, afinal, a vida das pessoas na frente.

Por isso que nesta sexta-feira, às 15h, na Curva da Morte, no bairro João Paulo, ciclistas tomarão conta do canteiro de uma obra que, embora necessária, está sendo feita de maneira indecente para os entes mais frágeis do trânsito.

:: Confirme sua presença pelo Facebook

Veja abaixo o release:

“QUANTAS VIDAS VALE UMA CICLOVIA?

A SC 401 já é uma via muito difícil à circulação humana ciclística e pedonal.

São favorecidas somente as pessoas em veículos motorizados.

Esqueceram das pessoas que se locomovem autonomamente, a pé, em bicicleta, em cadeira de rodas, em skate, em patins.

A chamada CURVA DA MORTE, onde motoristas desatentos ou infratores tinham dificuldades de circulação por condução inapropriada, sofreu retificação para atender requisitos dos carros da Fórmula Indy, mas para impossibilitar a passagem de pessoas por si mesmas, sem estarem sendo carregadas por motores.

Não somos contra os veículos motorizados, somos usuários deles também, mas vamos protestar contra essa discriminação negativa contra quem não os usa. Vamos protestar contra a falta de segurança de quem precise parar seu veículo por qualquer razão, ou mesmo precise de algum estacionamento de emergência. Vamos protestar contra a falta de segurança para quem quer ou precisa se deslocar a pé, em bicicleta, em cadeira de rodas, em skate, em patins, em triciclos, por falta de uma via apropriada ou no mínimo de um acostamento decente e seguro que permita o cumprimento do artigo 68 do CTB:

” Art. 68. É assegurada ao pedestre a utilização dos passeios ou passagens apropriadas das vias urbanas e dos acostamentos das vias rurais para circulação,…”

Protestar contra o descumprimento do artigo 8º da Lei Complementar do Município de Florianópolis n. 078/2001, que diz:

“Art. 8º – Os projetos e os serviços de reforma para alargamento, estreitamento e retificação do sistema viário existente a data desta Lei, contemplarão a implantação de sistema cicloviário conforme estudo prévio de viabilidade física e sócio-econômica, sendo considerado no mínimo a implantação de faixa-compartilhada devidamente sinalizada.”

Protestar contra o descumprimento da Lei 15.168/2010, do Estado de Santa Catarina:

“Art. 5º Toda obra rodoviária estadual, seja de construção, pavimentação ou recapeamento, a partir da publicação desta Lei, deverá, obrigatoriamente, incluir a criação de vias para o deslocamento das formas de mobilidade não motorizada em: I – trechos urbanos ou conurbados de municípios e distritos, em toda a sua extensão;”

Protestar contra o descumprimento da legislação federal de trânsito, Lei 9.503/97:

Art. 1º § 2º O trânsito, em condições seguras, é um direito de todos e dever dos órgãos e entidades componentes do Sistema Nacional de Trânsito, a estes cabendo, no âmbito das respectivas competências, adotar as medidas destinadas a assegurar esse direito.

Art. 21. Compete aos órgãos e entidades executivos rodoviários da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, no âmbito de sua circunscrição:
I – cumprir e fazer cumprir a legislação e as normas de trânsito, no âmbito de suas atribuições;
II – planejar, projetar, regulamentar e operar o trânsito de veículos, de pedestres e de animais, e promover o desenvolvimento da circulação e da segurança de ciclistas;

Art. 68 – § 5º Nos trechos urbanos de vias rurais e nas obras de arte a serem construídas, deverá ser previsto passeio destinado à circulação dos pedestres, que não deverão, nessas condições, usar o acostamento.

R$ 1,2 milhão foi destinado apenas a atender ao conforto e à desatenção de alguns poucos motoristas incompetentes, para que possam correr mais, até mesmo nas condições da Fórmula Indy, EM DETRIMENTO DA SEGURANÇA DE TODOS OS DEMAIS USUÁRIOS DA VIA

Vejam a denúncia feita no Pedala Floripa: http://www.pedalafloripa.com/2013/08/denuncia-curva-da-morte-na-sc-401-uma.html

E vejam a resposta:
http://www.pedalafloripa.com/2013/09/denuncia-curva-da-morte-na-sc-401.html

Outras fontes:
http://migre.me/g1sDv
http://migre.me/g1sI8
http://migre.me/g1sO5

VAMOS ESTENDER FAIXAS E MOSTRAR ESSA ABERRAÇÃO!!!!!!

SAÍDA ÀS 15 H com destino à CURVA DA MORTE, VAMOS ACOMPANHAR AS OBRAS, cujo horário é até às 16 horas.

O evento vai ser repetido tantas vezes quantas forem necessárias para que o bom senso volte a prevalecer na esfera estadual!!!

VAMOS FICAR ATÉ ÀS 20 HORAS, É IMPORTANTE IR MUITA GENTE APOIAR, MESMO QUE NÃO DÊ PARA FICAR O TEMPO TODO!!!!”

Sobre bicicletanarua
Ciclista urbano paulistano residente em Florianópolis.

One Response to SC-401 em uma mobilização por ciclovia

  1. frteodoro disse:

    minhas passagens pela SC-401: http://www.youtube.com/playlist?list=PLlzEpn6FdxnvaPUPEqEPKbGCwkMF8G4Hv

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: