Massas Críticas catarinenses


Novembro vem e carrega consigo um ano inteito de desgoverno. Avanços mínimos perante os retrocessos. Vidas a menos sem a menor preocupação dos governantes.

No Estado de Santa Catarina, dinheiro para investimento tem. Mas a preocupação é por jogá-lo pelo ralo, em mais um elevado na SC-401. Para projetos cicloviários decentes, absolutamente nenhum tostão na mesma rodovia, conhecida como a Rodovia da Morte dos Ciclistas, com sete falecimentos em seus 20km desde a vigência da Lei Seca.

Com o fim do ano, as promessas de campanha vão sendo, uma a uma, paulatinamente quebradas.

Licitação para transporte coletivo sem integração intermodal, retirada de verbas cicloviárias do orçamento deste ano, não inclusão de verbas para projetos para 2014… Vê-se a cada dia mais distante da promessa de 40km de pistas cicláveis permanentes até junho do ano que vem! E na pressa por cumprir promessas, atropela completamente a democracia para aprovar um Plano Diretor tacanho, com conteúdo não debatido formalmente em audiências públicas (por ele não estar sequer pronto quando delas) e cuja ausência de participação popular foi refletida em mais de 600 emendas casuísticas, alterações de zoneamento definidas por vereadores à mercê da vontade da população, aprovadas também sem audiência pública e Conferência das Cidades. Esta é Florianópolis. No verão, capital da Argentina. Politicamente, um Maranhão do Sul.

A esperança, entretanto, ainda resiste. Renovaram-se e fortaleceram-se a ABC Ciclovias e a ViaCiclo. Um alívio para Blumenau e Florianópolis. E mesmo a singela ACBC mostrou a sua força ao promover na modesta Camboriú um seminário com nomes de peso do Brasil. Se no Balneário e em sua vizinha pensa-se em integração – e obras em vias estruturais são anunciadas – na capital os ciclistas se arriscam. E arriscar-se-ão cada vez mais, a depender da letargia dos governos estadual e municipal.

O milhão desterrense deste ano, prometido em setembro, sumiu, assim como milhares de outros reais que nem chegaram a ser usados, embora previstos. E para completar o estado de abandono estatal, afastou-se a única profissional de carreira, servidora internacionalmente premiada por projetos cicloviários. Não há renovação, não há planejamento, não há, simplesmente, respeito.

Há apenas um rastro de podridão misturado ao sangue que jorra do asfalto.

Por isso, fique atento e confira abaixo os horários das Bicicletadas da sua cidade – esse movimento político, apartidário, mas, acima de tudo, um movimento pró-vida! E que sejam resguardadas as vidas dos ciclistas, cidadãos.

Blumenau

Concentração a partir das 18h30.

:: Confirme sua presença pelo Facebook

Blumenau 2013-11-29Arte: Luiz Eduardo Testoni

Brusque

Brusque 2013-11-29

Chapecó

Chapeco geral v2

Concentração a partir das 18h15 na Praça Central, em frente à Catedral.

:: Confirme sua presença pelo site dos Amigos da Bicicleta de Chapecó – ABX

Florianópolis

:: Confirme sua presença pelo Facebook

Florianopolis 2013-11-29

Joinville

:: Confirme sua presença pelo Facebook

Joinville geral horiz

Lages

Lages 2013-11-29

Sobre bicicletanarua
Ciclista urbano paulistano residente em Florianópolis.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: