Obras sobre bicicleta serão lançadas na Feira do Livro de Florianópolis


A Feira do Livro de Florianópolis, que está em sua 30ª edição, está em seus últimos dias. Mas até esta terça-feira, 22 de setembro, dois livros com temática que envolvam o universo da bicicleta serão exibidos em lançamentos e sessões de autógrafos para quem estiver nas tendas da feira, no Largo da Alfândega.

A Bicicleta no Brasil 2015

A Bicicleta no Brasil - Feira do Livro

Fabiano Faga Pacheco tem 28 anos, em dez dos quais se viu envolvido com o mundo do ciclismo como parte intrínseca para melhoria da mobilidade urbana e da qualidade de vida das pessoas. É conselheiro da União de Ciclistas do Brasil e membro da Associação dos Ciclousuários da Grande Florianópolis (ViaCiclo), tendo sido secretário da Comissão Municipal de Mobilidade Urbana por Bicicleta (Pró-Bici). Com curso em nível de pós-graduação em Mobilidade Urbana Sustentável, tem participado de projetos de pesquisa, audiências e reuniões para retomada da cultura ciclística do ilhéu e colaborado com o site “Bicicleta na Rua”.

Em “A Bicicleta no Brasil 2015”, Fabiano Faga Pacheco escreve o capítulo referente à capital catarinense, apresentando um panorama histórico sobre o cicloativismo local e as políticas públicas voltadas ao uso da bicicleta no município, num texto com contornos de crônica emoldurado por gráficos das informações mais relevantes.

De Bike, o Sul da França é outra História

De bike, o sul nda França é outra história - Feira do Livro

Isabel Leal Caruso professora de Educação Física e Personal Trainer, formada na UDESC – CEFID em 2013. Viajou por 16 países no mundo e 14 ilhas no Caribe. Foi atleta de Judô e Triathlon obtendo títulos regionais e estaduais. No Jiujitsu, foi diversas vezes campeã estadual em SC e SP, Campeã Sul-Americana, Vice-Campeã Europeia e terceira colocada no campeonato Mundial. Hoje, praticante de Corrida de Aventura, pedala regularmente como forma de treino e também usa a bicicleta como meio de transporte em SP.

Na verdade, a viagem pelo sul da França começou em Barcelona, nordeste da Espanha, onde compraram as bicicletas e, de trem, partiram em direção à fronteira. Daí o casal iniciou a pedalada na cidade francesa de Narbonne, a poucos quilômetros do Mediterrâneo.

Ocupado há dois mil anos pelos romanos, o litoral ainda mostra fortalezas, muralhas, aquedutos e pontes espalhados ao longo de uma paisagem de vinhedos, plantações de oliveiras, vilas e pequenas aldeias medievais. Como além de praticante de corridas de aventura Isabel trabalha como personal trainer, ela conta que se surpreendeu com a geografia suave, que permite a prática do ciclismo e viagens a pessoas comuns, sem grande preparação física.

Além das numerosas ciclovias e da segurança, mesmo quando tiveram que pedalar em rodovias comuns, eles contataram, por meio de aplicativos da internet, inúmeros anfitriões franceses que os hospedaram gratuitamente. Pois foi nessas ocasiões que eles conheceram ciclistas que realizaram grandes viagens, seja do Alasca à Bolívia, como através da Cordilheira dos Andes e também na Austrália, Tailândia e Camboja, além de na maior parte da Europa. No Brasil, Isabel entrevistou importantes membros de associações de ciclistas urbanos que lutam pela divulgação e pela segurança desse meio de transporte e lazer em São Paulo, Balneário Camboriú, Curitiba e Florianópolis.

Sobre bicicletanarua
Ciclista urbano paulistano residente em Florianópolis.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: