(Vídeo) Bom Dia SC: Três ciclistas falecem no trânsito de SC

Conteúdo exibido originalmente no Bom Dia Santa Catarina, da RBS TV SC,  em 29 de dezembro de 2015. Assista aqui à reportagem no site.

(Vídeo) Jornal do Almoço aponta os problemas e perigos na SC-401 em Florianópolis

Conteúdo exibido originalmente no Jornal do Almoço, da RBS TV SC,  em 29 de dezembro de 2015. Assista aqui à reportagem no site.

Fica a nota triste pela postura omissa do Departamento de Infraestrutura (DEINFRA/SC). Ao afirmar que novas obras virão apenas com recursos do Plano de Mobilidade Urbana Sustentável da Grande Florianópolis (PLAMUS), o órgão ignora duas questões importantes.

A primeira é que o PLAMUS é um plano de pesquisa, diagnóstico e proposições, que foi encerrado em 5 de dezembro. Ele não prevê recursos. Em outras palavras, se o DEINFRA conta com esses recursos para a construção de calçadas e ciclovias, ele implicitamente indica que nada fará.

A segunda questão é que, já com o PLAMUS tendo sido apresentado diversas vezes, o próprio órgão usou recursos próprios para ampliar um trecho da própria SC-401, construindo uma nova faixa. Por ironia do destino, o trecho contemplado – sem a construção de infraestrutura para pedestres e ciclistas e sem respeito ao próprio PLAMUS – passa ao lado do cemitério Jardim da Paz, o mesmo em que Róger Bitencourt foi velado.

 

Gabriel

Gabriel era um sujeito comum, tanto quanto eu e você. Dava aulas de Química no Instituto Federal de Santa Catarina, em Florianópolis. Gostava de pedalar pela cidade. Tinha uma esposa, irmãos, filhos e amigos. Gabriel era um sujeito comum. Era. Na última segunda-feira, 5 de outubro, Gabriel faleceu, fazendo uma das coisas das quais mais gostava: andar de bicicleta.

Mol, como era chamado por seus alunos, tinha uma química incrível. Sobre duas rodas, formava uma ligação – não covalente – que o fazia brilhar. E a luz de sua lanterna piscava nos seus pedais por Florianópolis.

Zeloso, participara ativamente do dia mais importante para o cicloativismo nacional e internacional. Vinte e dois de Setembro, o Dia Mundial Sem Carro, contou com sua presença e com a de sua bicicleta no Pedal Unificado. Dia… sem… carro. Parece impossível para alguns imaginar essa utopia que era a regra há século atrás, quando as pessoas ainda paravam para conversar nas ruas. Uma invenção tecnológica que pode salvar vidas – e também tirá-las.

No dia 5, estava marcado mais um passeio do Pedal do Della, do qual Gabriel era freqüentador. O rumo: Santo Antônio de Lisboa. Mas naquela noite, o seu desejo era outro. Em vez do norte, foi ao sul, em direção ao Campeche. Quase todo o trajeto de sua residência, no Saco dos Limões, até a praia é feito em ciclovias. Ciclovias unidas por pontos de teletransporte, como tem sido hábito dos governos municipal e estadual, que não têm absolutamente nenhum cruzamento entre ciclovias distintas corretamente executado. NENHUM.

Quando já retornava para sua casa, Gabriel teve que sair da ciclovia. A segurança despediu-se de Gabriel e seguiu o rumo do centro pela ciclovia enquanto ele dela saía para encontrar a sua família. O horário era 21h40.

O reencontro familiar não aconteceu. Não foi possível de ser realizado em vida. Na pista sentido sul da Via Expressa Sul uma colisão atingiu em cheio, não possibilitando a menor reação. Quase exatos sete anos depois de Esaú, outro grupo de ciclistas da Grande Florianópolis também perdia um de seus membros devido a uma motocicleta.

Na manhã do sábado 11, as cantorias da Igreja Presbiteriana Betânia, em frente à sua casa, aquietavam as almas de quem por ele sofria. Nos céus, Esaú aguardava a chegada do novo companheiro de pedaladas celestiais.

Nesta terça-feira 13, a décima bicicleta-fantasma surgirá na paisagem de Florianópolis.

:: Confirme sua presença pelo Facebook

Gabriel Seroa da MotaGabriel Serôa da Mota
∗ 25/07/1954   † 05/10/2015

Poesia – Bicicleta Fantasma

“Esta poesia é dedicada a todos os ciclistas mortos por atropelamento nesse país e, em especial, ao nosso companheiro ciclístico Egon Koerner Júnior, que falecei atropelado por um motorista bêbado quando participava de uma prova de superação – Audax na cidade de Curitiba.” 

BICICLETA FANTASMA

Cabisbaixa às margens da estrada, subjugada, punida, ignorada, batida pelo tempo.
Sou bicicleta fantasma, minha morte faz te lembrar
Que hoje sou bicicleta sem alma; muitas outras eu tento salvar.
Dividida, atônita, aturdida, pressa ao teu passado; sofro só de vê-los passar sem um corpo a me pedalar.
Sou bicicleta branca, fantasma, sabe lá o nome que querem me dar,
Sou calada, amordaçada, indefesa e não posso falar.

Sou bicicleta sem alma, minha morte faz te lembrar
Ninguém sabe agora és morta.
Nem disso eu posso falar.
Amordaçam minhas rodas, não posso gritar.
Entre amarras e presilhas, meu corpo minhas rodas estão livres mas não posso tu levar.
Sou bicicleta morta, o significado de estar morta só eu posso lhes mostrar.

Sou uma velha, desprezada, reciclada, remontada sabe lá, o nome que querem me dar,
Mas sou bicicleta morta e da morte te fazer lembrar.
Sou menina, sou menino, não importa! Sou simplesmente bicicleta morta.

Fui roubada, ultrajada para outro me usar, mas sou bicicleta morta e pro meu lugar devo voltar.
Vejo amigos, vejo estranhos, vejo a vida me rondar.
Vejo as lágrimas da amada que se curva a chorar.
Vejo luas, tempestades, vejo o inverno passar.
Vejo flores de saudades, lembranças a me acalentar.
Represento vida e morte daqueles que vejo passar.

Sou bicicleta morta, e morta estou,
Sou bicicleta branca, e branca estou,
Sou fantasma sem alma, sabe lá o nome que ainda terei
Fantasma sem alma; morta está… e branca me tornei.
Tu que me fizeste fantasma, branca sem alma, de ti sempre lembrarei.

Nicolau Marques Júnior
[Florianópolis, 2014]

Ghost Bike Ratones

Foto: Daniel de Araújo Costa.

Foto: Daniel de Araújo Costa.

Everton Luis Machado adorava pedalar. Quando nasceu, deveria estar em construção uma ciclovia na rodovia SC-401, em Florianópolis.

Vinte e dois anos depois, andando de bicicleta, não viu a ciclovia sequer ser iniciada e, nela, foi atingido por um motorista “supostamente” ébrio.

Continue lendo…

No Dia Nacional do Ciclista, usuários de Santa Catarina ainda têm pouco a comemorar

Dia Nacional do Ciclista

Neste último ano, muita coisa se falou sobre bicicleta em Santa Catarina. As ações que começaram em período eleitoral deram origem a compromissos com os ciclistas, assumidos em Joinville e em Florianópolis.

Mas em termos estaduais, muito pouca coisa avançou de fato.

Continue lendo…

(Vídeo) Motoristas fazem treinamento para melhorar convivência com ciclistas

Conteúdo exibido originalmente no Jornal do Almoço, da RBS TV SC,  em 31 de julho de 2013. Assista aqui à reportagem no site.

Continue lendo…

(Vídeo) Band: Investimentos para a mobilidade urbana de Joinville

Continue lendo…

Reitoria da UFSC aceita pedido de audiência de alunos e ciclistas

Nesta última quarta-feira, a reitoria da Universidade Federal de Santa Catarina acordou com o pedido de audiência pública solicitado por estudantes do curso de Oceanografia e ciclistas, protocolados no dia 6 de julho em virtude do falecimento da estudante Lylyan Karlinski Gomes.

Confira a nota:

Nota à imprensa

Na tarde do dia 10 de Julho de 2013, a Reitoria aceitou o pedido de audiência feito pelos alunos do curso de Oceanografia da UFSC, apoiados por sua coordenadoria, pelo movimento Bike Anjo Floripa e pela Associação dos Ciclousuários da Grande Florianópolis (ViaCiclo), em virtude da tragédia ocorrida com a estudante da primeira fase do curso, Lylyan Karlinski Gomes, na semana passada. A data oficial da audiência será dia 15 de Julho de 2013 às 8h30, na sala de conselhos do prédio da Reitoria da Universidade.

Saiba mais:

Empresas de ônibus mexem-se após morte de ciclista

(Vídeo) Concentração para a instalação da ghost bike na Trindade, em Florianópolis

(Vídeo) Avaí de Bike: Ghost Bike à Lylyan

UFSC encaminha ofício à Insular Transporte Coletivo

Professores da UFSC mobilizavam-se para implantação de ciclovia desde 1997

(Vídeo) TVBV: Após morte de ciclista população realiza protesto

(Vídeo) TV UFSC mostra instalação da bicicleta-fantasma em homenagem a estudante da instituição

Momentos singelos marcaram homenagem a Lylyan

Ghost Bike na Trindade, em Florianópolis

Bicicleta branca será afixada na Trindade

Inquérito instaurado

Corpo de universitária morta em acidente em Florianópolis será sepultado no RS

Clipping G1: Ciclista estava próxima à faixa de segurança

Bicicleta-fantasma homenageará estudante da UFSC

(Vídeo) Ciclista estudante da UFSC morre após ser atingida por ônibus

UFSC lamenta morte de estudante

Estudante de Oceanografia não resiste e falece após ser atingida por ônibus em Florianópolis

Veja também:

3 Segundos

Empresas de ônibus mexem-se após morte de ciclista

As empresas-irmãs Transporte Coletivo Estrela e Insular Transporte Coletivo lançaram, em 11 de julho, nota à imprensa informando que os ônibus que fizerem as linhas UFSC passaram a contar com monitoramento por câmeras de segurança. Ela foi lançada 10 dias após a morte da jovem Lylyan Karlinski Gomes, que faleceu após ser atingida por um coletivo da empresa Insular.

Segue abaixo a nota das empresas na íntegra:

Buscando pela melhoria de atendimento e segurança dos nossos usuários, a Empresa Insular implantará em todos os veículos que fazem as linhas UFSC o sistema de câmeras.

A solicitação destes equipamentos já foi e em breve todos estes veículos estarão sendo monitorados.

Quais as vantagens de um veículo monitorado para você, usuário de transporte coletivo?

– A empresa estará sempre ciente da forma que foi executado todo o percurso diariamente. Podendo assim efetuar uma cobrança maior de seus colaboradores envolvidos.

– O motorista que opera em um sistema monitorado busca sempre a melhor forma de conduzir o veículo. O que aumenta a segurança e o conforto de todos os usuários

– O sistema atua como inibidor de assaltos. O que trará mais segurança para você.

– Qualquer evento que ocorrer durante a viagem poderá ser apurado de forma concreta.

Assessoria de imprensa.
Transporte Coletivo Estrela
Insular Transporte Coletivo

Segundo membros de movimentos por melhorias no transporte coletivo, as câmeras não melhorarão as condições de trabalho para motoristas e cobradores. Apesar de úteis para evitar furtos, elas serviriam apenas para avaliar o comportamento dos empregados das empresas. Se, por um lado, isso é bom para se evitar imprudências ao volante, por outro não modifica a lógica que leva alguns motoristas a cometerem infrações de trânsito para conseguirem cumprir os curtos horários entre duas viagens subseqüentes.

Ainda assim, vale lembrar que diversas reclamações perante motoristas da empresa Insular ocorrem em trajetos do sul da Ilha de Santa Catarina, não nas proximidades da UFSC.

Saiba mais:

3 Segundos

Carta dos alunos da Oceanografia à Reitoria

UFSC encaminha ofício à Insular Transporte Coletivo

Veja também:

Momentos singelos marcaram homenagem a Lylyan

Ghost Bike na Trindade, em Florianópolis

Bicicleta branca será afixada na Trindade

Inquérito instaurado

Clipping G1: Ciclista estava próxima à faixa de segurança

Estudante de Oceanografia não resiste e falece após ser atingida por ônibus em Florianópolis

(Vídeo) Concentração para a instalação da ghost bike na Trindade, em Florianópolis

Vídeo filmado por Filipe Brandão.

3 Segundos

A imagem diz tudo!

3 segundos é a diferença entre uma ultrapassagem segura e um assassinat. Motorista: você pe um profissional do transporte público, não um piloto de corrida.

(Vídeo) Avaí de Bike: Ghost Bike à Lylyan

O parceiro Cristian Thiago Moecke, do Avaí de Bike, fez esta pequena homenagem, mostrando momentos da primeira hora da manifestação na qual foi instalada a bicicleta-fantasma em honra à estudante Lylyan Karlinski Gomes.

Saiba mais:

Carta dos alunos da Oceanografia à Reitoria

UFSC encaminha ofício à Insular Transporte Coletivo

Professores da UFSC mobilizavam-se para implantação de ciclovia desde 1997

(Vídeo) TVBV: Após morte de ciclista população realiza protesto

(Vídeo) TV UFSC mostra instalação da bicicleta-fantasma em homenagem a estudante da instituição

Momentos singelos marcaram homenagem a Lylyan

Ghost Bike na Trindade, em Florianópolis

Bicicleta branca será afixada na Trindade

Inquérito instaurado

Corpo de universitária morta em acidente em Florianópolis será sepultado no RS

Clipping G1: Ciclista estava próxima à faixa de segurança

Bicicleta-fantasma homenageará estudante da UFSC

(Vídeo) Ciclista estudante da UFSC morre após ser atingida por ônibus

UFSC lamenta morte de estudante

Estudante de Oceanografia não resiste e falece após ser atingida por ônibus em Florianópolis

Veja também:

Carta dos alunos da Oceanografia à Reitoria

Os alunos da Oceanografia entregaram nas mãos do chefe de gabinete da reitoria da Universidade Federal de Santa Catarina, Carlos Antonio Oliveira Vieira, na tarde da última sexta-feira, 5 de julho uma carta com reivindicações em relação à postura da instituição diante das situações que levaram à morte da estudante Lylyan Karlinski Gomes, na última segunda-feira, 1º de julho.

Confira na íntegra a nota à imprensa, que também pode ser acessada em PDF.

Nota à imprensa

Na manhã do dia 5 de Julho de 2013, os alunos do curso de Oceanografia, apoiados por sua coordenadoria, pelo movimento Bike Anjo Floripa e pela Associação dos Ciclousuários da Grande Florianópolis (ViaCiclo), em virtude da tragédia ocorrida com a estudante da primeira fase do curso, Lylyan Karlinski Gomes, escreveram e entregaram à Reitoria uma carta solicitando uma audiência com a vice-reitora, para discussão do seguinte conteúdo:

Vimos por meio deste instrumento manifestar nossa indignação com a péssima mobilidade urbana e segurança que circunda nossa instituição e que levou à tragédia ocorrida esta semana, em um dos acessos do Campus, com a estudante da primeira fase do curso, Lylyan Karlinski Gomes. Neste momento, mais do que a dor da perda, sentimo-nos na responsabilidade de reivindicar o amparo da Reitoria à nossa causa e solicitar uma audiência com a Vossa Senhoria. Abaixo, propomos algumas das pautas a serem discutidas.

1 – Construção, adequação e revitalização das sinalizações horizontal e vertical, que priorizem a mobilidade de pedestres e ciclistas tanto na UFSC quanto em seu entorno, num prazo de, no máximo, 6 (seis) meses a partir encerramento do semestre letivo 2013.1. Para as adequações da rótula da Praça Santos Dumont um prazo máximo de até dia 19 de Julho de 2013.

2 – Acesso imediato ao projeto de mobilidade da UFSC, finalizado e aprovado em Dezembro de 2012, financiado pelo Banco do Brasil (com valor estimado em 2.1 milhões de reais) e que prevê também construções de bicicletários, o qual foi mencionado pelo chefe de gabinete da Reitoria, Carlos Vieira, na última Quarta-feira 4 de Julho de 2013, no prédio da Reitoria, durante a manifestação dos alunos do curso e ciclistas.

3 – Participação de alunos na comissão deliberativa do projeto da duplicação da Rua Deputado Antônio Edu Vieira.

4– Apoio à produção e divulgação de campanhas que promovam a correta utilização das vias utilizadas por pedestres, ciclistas e automóveis no interior no entorno do campus universitário, através da gráfica, editora e imprensa da universidade, conforme compromisso assumido pelo chefe de gabinete da Reitoria no dia 4 de Julho de 2013.

5 – Transferência das verbas destinadas aos estacionamentos da UFSC para projetos que priorizem a mobilidade de pedestres e ciclistas. Restrição e/ou diminuição dos estacionamentos da universidade.

6 – Trocar e aumentar o número de estacionamentos de bicicleta da UFSC pelos do modelo aprovado pela prefeitura, num prazo máximo de 1 (um) mês a partir encerramento do semestre letivo 2013.1.

7 – Instalação de lombadas nas entradas do campus universitário.

8 – Formação de uma comissão emergencial que discuta mensalmente e aponte soluções para, pelo menos, os pontos acima listados.

Solicitamos que a data desta audiência seja dia 12 de Julho de 2013.

Saiba mais:

UFSC encaminha ofício à Insular Transporte Coletivo

Professores da UFSC mobilizavam-se para implantação de ciclovia desde 1997

(Vídeo) TVBV: Após morte de ciclista população realiza protesto

(Vídeo) TV UFSC mostra instalação da bicicleta-fantasma em homenagem a estudante da instituição

Momentos singelos marcaram homenagem a Lylyan

Ghost Bike na Trindade, em Florianópolis

Bicicleta branca será afixada na Trindade

Inquérito instaurado

Corpo de universitária morta em acidente em Florianópolis será sepultado no RS

Clipping G1: Ciclista estava próxima à faixa de segurança

Bicicleta-fantasma homenageará estudante da UFSC

(Vídeo) Ciclista estudante da UFSC morre após ser atingida por ônibus

UFSC lamenta morte de estudante

Estudante de Oceanografia não resiste e falece após ser atingida por ônibus em Florianópolis

Veja também:

Clipping ND: Mães de ciclistas organizam manifestação para este domingo

A reportagem saiu no Jornal Notícias do Dia online em 5 de julho de 2013, às 15h42. Imprecisões corrigidas ao longo do texto.

Ato chamado de “mãenifestação” será uma homenagem a ciclista Lylyan Karlinski Gomes

Mães de ciclistas de Florianópolis farão uma manifestação neste domingo, dia 7, na rótula da praça Santos Dumont, na Trindade. O ato chamado de “mãenifestação” será uma homenagem a ciclista Lylyan Karlinski Gomes, de 20 anos, que morreu no local nesta segunda-feira, depois de ser atingida por um ônibus. A concentração está prevista para as 14h em frente ao supermercado Comper, no mesmo bairro.

O organização pede que as mães participantes levem flores e usem um lenço branco na cabeça, a exemplo das Mães da Praça de Maio. O ato está sendo organizado pela internet e, segundo a página do evento no Facebook, as manifestantes irão pedir a construção imediata de uma rede de ciclovias na cidade que ofereça maior segurança aos ciclistas.

Nesta sexta-feira, dia 5, estudantes de oceanografia da UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina), cursado por Lylyan, e ciclistas da associação do coletivo Bike Anjo, reuniram-se para elaborar dois documentos. O primeiro será entregue à reitoria e pede, entre outras coisas, um lugar à mesa durante a reunião entre universidade e prefeitura marcada para a próxima semana. O outro, será encaminhado à empresa Insular, responsável pelo ônibus que se envolveu no acidente, pedindo punição ao motorista. [O outro é uma nota à imprensa]

Edinara Kley

Saiba mais:

Para você que é mãe

UFSC encaminha ofício à Insular Transporte Coletivo

Professores da UFSC mobilizavam-se para implantação de ciclovia desde 1997

Momentos singelos marcaram homenagem a Lylyan

Estudante de Oceanografia não resiste e falece após ser atingida por ônibus em Florianópolis

Veja também:

Perante mulher ciclista, duas vezes mais respeito

Hoje as lágrimas lubrificam as correntes

%d blogueiros gostam disto: