Rede Vida no Trânsito promove ação educativa no Carnaval 2018 de Florianópolis

Integrantes da Rede Vida no Trânsito irão desfilar com faixas e cartazes, às 21h, antes do desfile das escolas de samba, na Passarela Nego Quirido.

Carnaval é folia e muita festa, mas é preciso ter consciência sobre álcool e trânsito. Com o objetivo de despertar nos foliões a necessidade de preservar vidas, mostrar os riscos de beber e dirigir e potencializar a mudança de comportamento, a Rede Vida no Trânsito promove uma Ação Educativa durante o Desfile da Liga das Escolas de Samba, no Carnaval 2018.

A ação ocorre no sábado, às 21h, antes da abertura do desfile das escolas de samba na Passarela Nego Quirido, quando os integrantes da Rede Vida no Trânsito irão desfilar com faixas, cartazes e balões e distribuirão folders e ventarolas ao final da passagem nas arquibancadas.

Os desastres de trânsito constituem um grave problema social, estando entre as principais causas de morte e traumatismos em todo o mundo.  Na última década, temos assistido a um aumento dos desastres de trânsito com vítimas fatais e sequelas. No mundo, são 1,25 milhão de mortes por acidente de trânsito e cerca de 50 milhões de pessoas sobrevivem com traumatismos e feridas, representando a 1ª causa de mortes em adultos jovens.

Neste cenário, o Brasil é o 5º país em número de óbitos. Em Florianópolis, os dados igualmente apontam para uma elevada Taxa de Mortalidade por acidentes de trânsito. De 2013 a 2017, houve pelo menos 297 mortes devido a 276 desastres de trânsito ocorridos. Para cada morte, estima-se 50 lesionados gravemente, de forma temporária ou permanente.

Para fortalecer a articulação das ações de segurança viária, Florianópolis lançou em 2014, a Rede Vida no Trânsito, que reúne organizações governamentais municipais, estaduais e da União, além de organizações sociais e empresariais, sendo aberta à participação de todos aqueles, indivíduos ou organizações, que compactuem de nossos princípios e desejam trazer paz ao trânsito de Florianópolis.

São integrantes da Rede da Vida no Trânsito: Secretaria Municipal de Saúde de Florianópolis e Secretaria Estadual de Saúde de Santa Catarina, Guarda Municipal de Florianópolis, Instituto de Planejamento Urbano de Florianópolis – IPUF, Departamento Estadual de Trânsito de Santa Catarina – Detran/SC, Polícia Militar de Santa Catarina, Polícia Militar Rodoviária de Santa Catarina e Polícia Rodoviária Federal, Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia , Instituto de Certificação e Estudos de Trânsito e Transporte – ICETRAN, Serviço Social do Transporte e Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte – SEST/SENAT, Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC, Associação Mobilidade por Bicicleta e Modos Sustentáveis – AMOBICI, União de Ciclistas do Brasil – UCB, dentre várias outras instituições. A missão da Rede Vida no Trânsito é “Garantir o Direito à Vida no Trânsito” e a visão é fazer de Florianópolis, até 2020, capital referência em educação, respeito, gentileza e paz no trânsito, reduzindo o número de mortes e feridos graves.

Charge – Lei Seca no Carnaval

A charge abaixo foi publicada no Jornal Notícias do Dia, edição da Grande Florianópolis, no bíduo 9 e 10 de fevereiro de 2013. A autoria dela é de Luiz Mendes.

charge - Mendes ND 2013-02-09.10 Lei Seca no Carnaval

Neste Carnaval, não se esqueça:

Se dirigir, não beba!
Se beber, não dirija!

Veja também:

Charge – Armandinho na Pedalada Pelada
Charge – Pedalando com segurança na SC-401
Charge – Ponte Hercílio Luz: Um dia ela cansa de esperar
Charge – Ano novo, problema velho
Charge – Na inauguração da ciclofaixa de lazer…
Charge – Dia Mundial Sem Carro
Charge – Semana Mundial Sem Carros
Charge – Acessibilidade

Charge – Fins do mundo

(Charges) Atropelamento da Massa Crítica de Porto Alegre

(Charges) Ciclista Noel

Charge – A Faixa de Gaza é mais segura que a faixa de pedestres

Charge – É só não usar como um selvagem!

Charge – Na Ressacada, só de bicicleta

Charge – Não chegue antes na escola, filho!

Charge – Assim caminha o transporte em Florianópolis

Charge – A Ilha tá afundando

Feliz Aniversário, Desterro!

Esta sexta-feira, 23 de março, Florianópolis comemora 286 anos de sua emancipação política. Como nos últimos anos, esta data é escolhida por seus representantes para se fazer inaugurações de obras. E algumas delas têm a ver com bicicleta.

Beira-Mar Continental

A Avenida Poeta Zininho, popularmente conhecida como Beira-Mar Continental ou Beira-Mar do Estreito, leva, nos 2,3km sem poesia de sua extensão, o nome do autor do hino oficial da cidade, o popular “Rancho de Amor à Ilha”. Neste novo aterro de um povo que infelizmente ainda não trata seus mares com carinho, constam ciclovias bidirecionais margeando o mar. Os ciclistas contam com iluminação, mas a arborização continua praticamente inexistente, diferindo muito da orla bastante freqüentada dos municípios paulistas de Santos e Praia Grande.

Os novos 2,3km de pistas cicláveis começam e terminam dispersos de outras estruturas cicloviárias, mas sem dúvida é uma opção interessante para os deslocamentos de passagem feitos em bicicleta. A maior parte de quem mora no antigo Balneário do Estreito, cuja balneabilidade ainda deixa a desejar, verá o trecho mais como uma opção de lazer do que de deslocamentos no dia a dia. Para esses, pistas cicláveis no binário R. Fulvio Aducci e R. Gen. Eurico Gaspar Dutra seriam essenciais.

Prevista para ser inaugurada em 2009, a obra demorou 8 anos para ser concluída. Em 2011, no Fórum das Américas sobre Mobilidade nas Cidades, Guillermo Peñalosa sugeriu que um trecho como aquele deveria ter a metade da quantidade de pistas, com a parcela restante recoberta por áreas verdes e de lazer.

De fato, não deve resolver a mobilidade do automóvel a médio e longo prazo, até por não estar integrada aos estudos que visam implantar um novo modelo de transporte coletivo (BRT, VLT ou monotrilho, segundo o secretário de Desenvolvimento Regional da Grande Florianópolis, Renato Hinnig), mas para os ciclistas contribui de fato como uma opção nova tanto de lazer quanto de deslocamento.

A Beira-Mar Continental já foi oficialmente inaugurada, nesta quinta-feira, 22.

Nova iluminação na Beira-Mar Norte

Numa atitude que pegou os ciclistas de surpresa, a Prefeitura Municipal de Florianópolis anunciou:

“No Centro da cidade uma surpresa para os amantes da bicicleta: iluminação em led da ciclovia da Beira-Mar Norte.”

De fato, a iluminação é benvinda, proporciona melhor visão a um menor custo aos cofres públicos. Entretanto, deve-se considerar que a iluminação só deveria ser instalada após um projeto paisagístico que contemplasse arborização de seus canteiros, de forma a não atrapalhar a sinalização semafórica e não gerar sombreamento na nova iluminação.

Ciclovia na Lagoa

A revitalização da R. Ver. Osni Ortiga, no Porto da Lagoa, foi anunciada. Após a captação de recursos do Ministério das Cidades, será assinada, nos próximos dias, a ordem de serviço para iluminação, passeios, daques e ciclovia. É um antigo anseio da comunidade que tomou a forma que tem hoje em 2009, quando surgiu o Movimento Ciclovia na Lagoa Já.

Saiba mais:

Ciclovia da Osni Ortiga – Daniel Biólogo

Passeio Ciclístico

O SESC-SC convida a todos os interessados para o I Encontro de Ciclistas SESC. A saída e a chegada serão no SESC Prainha, na Travessa Syriaco Atherino nº100. A pedalada deve sair à 9h e seguir por um percurso de 4km pelo Centro da cidade, num trajeto fácil para pessoas de qualquer idade ou condição física.

Em outros aniversários

Em 23 de março de 2010, foi inaugurada, ainda incompleta, a ciclofaixa da Fazenda do Rio Tavares. Com nove postes de eletricidade no caminho dos ciclistas, até hoje nenhuma outra intervenção foi feita no local, permanecendo os obstáculos em seus mesmíssimos locais de dois anos atrás.

No ano passado, após um passeio ciclístico que contou com dezenas de pessoas, foi assinada a criação da Comissão Municipal de Mobilidade Urbana por Bicicleta, contendo atores da sociedade e representantes de entidades públicas de Florianópolis. A iniciativa foi elogiada em cidades como Tijucas, Recife e São Paulo. Completando um ano desde sua criação, a Pró-Bici deverá ser reformulada, a fim de melhor cumprir sua função sob os olhares constantes dos ciclistas da capital.

Bicicletada de Carnaval animará ciclistas na capital catarinense

Acontece nesta sexta-feira, 24 de fevereiro, a Bicicletada de Florianópolis, o já tradicional evento mensal que reúne ciclistas de todas as tribos da capital catarinense para uma pedalada pela cidade, mostrando que é possível, sim, o compartilhamento da rua entre os mais diversos meios de transporte que a cidade possui.

Aberto à família, aos amigos e a quem quiser comparecer, a Bicicletada começa a se concentrar a partir das 18h, na praça de skate em frente ao Shopping Iguatemi, com saída para a pedalada às 19h, em percurso decidido na hora pelos participantes, em ritmo leve. No meio do percurso, canções toadas pelos participantes tornam lúdica para os iniciantes a sensação de estarem pedalando com relativa tranquilidade pelas ruas de Florianópolis.

Confirme sua presença pelo Facebook!

Arte: Nya Lhullier e Marina Sissini

Venha fantasiado para essa festa ciclística!

Obs.: em caso de chuva, a Bicicletada está automaticamente CONFIRMADA.

%d blogueiros gostam disto: