Domingo de integração e cidadania

Dois eventos ciclísticos prometem agitar o dia de quem usa a bicicleta – ou gostaria de aprender a usá-la – em Florianópolis.

Pela manhã, a Volta Ciclística Integrada, que iria acontecer originalmente no Dia Mundial Sem Carro (22 de setembro) foi transferida para a abertura da Semana Lixo Zero em função das chuvas. Já à tarde, a Escola Bike Anjo promove uma edição especial alusiva ao Dia das Crianças no Parque de Coqueiros.

Volta Ciclística Integrada

A Volta Ciclística Integrada, promovida pela iniciativa “Floripa em Movimento”, sairá da UDESC às 9h30, realizando um percurso de cerca de 20km, em ritmo propício para pessoas de qualquer idade e condição física.

Para quem vem do norte da Ilha, uma novidade. Em dois horários da empresa Canasvieiras Transportes será possível levar até 3 bicicletas no ônibus.

Confirme sua presença pelo Facebook

Florianopolis 2013-10-20 Volta Ciclistica Integrada v1

Confira o release do evento e, abaixo, os horários quem almeja testar a intermodalidade da Canasvieiras.

A iniciativa “Floripa em Movimento”, coordenada pelo projeto de extensão Esag S/A, convida todos os cidadãos Florianopolitanos a participar do DIA MUNDIAL SEM CARRO, e da abertura da SEMANA LIXO ZERO, através de uma Volta Ciclística. Que ocorrerá dia 20 de outubro, às 09:30 da manhã, com saída da UDESC.O evento busca refletir o uso da bicicleta em nossa cidade, sobre a ocupação do espaço urbano com as ciclovias, e o que ainda deve ser feito para melhorar a segurança neste tipo de transporte.
Durante o percurso, contaremos com atividades relacionadas a mobilidade urbana e conceitos sobre os temas Lixo Zero e sustentabilidade

Traga seu skate, roller, patins, patinete, venha à pé, mas deixe o carro em casa!

Itinerário da 1ª Volta Ciclistica Integrada (aprox. 20km):

– UDESC
– Madre Benvenuta
– Lauro Linhares
– UFSC (Rótula da Lilian, Biblioteca, Concha Acústica – Reagrupa, Rótula)
– Lauro Linhares
– Mauro Ramos
– Beira Mar
– Trapiche da Beira Mar (evento da UFSC)
– Retorno pela Beira Mar
– Madre Benvenuta (parada bicicleta branca – homenagem)
– UDESC

Venha repensar os espaços urbanos de Florianópolis.
Com ou sem bicicleta, venha com a sua família e amigos!
PARTICIPE!!

SEMANA LIXO ZERO 2013: http://ilzb.org/site/?p=594

Florianopolis 2013-10-20 Volta Ciclistica Integrada e Canasvieiras

Lembramos também que bicicletas dobráveis podem entrar em qualquer ônibus e em qualquer horário.

Escola Bike Anjo

Florianopolis 2013-10-20 EBA

Confirme sua presença pelo Facebook

Parque de Coqueiros recebe mais uma edição da Escola Bike Anjo neste domingo (15).

Voluntários oferecem serviços gratuitos a quem quer aprender a andar de bicicleta ou a se comportar melhor de bicicleta no trânsito

Todo mês os voluntários do Bike Anjo montam sua estrutura no Parque de Coqueiros, em Florianópolis, e ali atendem crianças e adultos interessados em aprender a utilizar ou a tirar melhor proveito de sua bicicleta. Seja como meio de transporte ou só como lazer, os voluntários ensinam de tudo, d…e equilíbrio a noções de mecânica. A Escola Bike Anjo, ou EBA!, acontece todo 3o domingo do mês.

Neste mês de setembro a EBA! acontece no dia 15, das 14 às 18h. Apareça! E se você não possui bicicleta, não tem problema! Os Bike Anjos sempre levam bicicletas-reserva!

Aos domingos também acontece a Ciclofaixa de Domingo, uma iniciativa da Prefeitura Municipal de Florianópolis que reserva uma faixa da pista à beira-mar, nos bairros Itaguaçu, Coqueiros e Estreito. São 5 km de pista reservada para você e sua bicicleta! Aproveite!

Mais informações:
http://www.bikeanjofloripa.com/
http://www.facebook.com/BikeAnjoFloripa

Últimas pedaladas da Semana da Bicicleta

A Semana Municipal da Bicicleta está acabando em Florianópolis. Passou o Dia Mundial Sem Carro e já cessaram as chuvas na região. As pedaladas adiadas poderão, enfim, serem concluídas neste domingo. Confira abaixo o calendário de atividades:

Passeio Ciclístico do Floripa Shopping

Devido às chuvas, o quarto Passeio Ciclístico do Floripa Shopping, previsto inicialmente para ocorrer no dia 22 de setembro, foi transferido para o dia 29, às 9h.

Florianopolis 2013-09-29 Floripa Shopping v3 [2]

Move Brasil

O SESC-SC (Serviço Social do Comércio) promove em várias cidades catarinenses o Move Brasil, uma campanha para articular a sociedade civil e o poder público em prol do Esporte e da atividade física para todos.

Em Florianópolis, haverá uma gama ampla de atividades, incluindo passeio ciclístico, que sairá do Parque de Coqueiros às 9h. Com apoio da Associação dos Ciclousuários da Grande Florianópolis (ViaCiclo) e Bike Anjo Floripa, o evento dará camiseta aos 200 primeiros inscritos e terá ainda o sorteio de uma bicicleta doada pelo Corpo de Bombeiros. O percurso pode ser feito por pessoas de qualquer idade e com qualquer tipo de bicicleta. Sairá de Coqueiros e seguirá a Ciclofaixa de Domingo pela Av. Poeta Zininho (Beira-Mar do Estreito) até o final antes de retornar.

Dê uma expiada na programação para a capital

29/09 – Passeio Ciclístico Move BrasilMove Brasil 2013

Local: Parque de Coqueiros

08h30 às 16h30 –  Slake-line, mini volei, mini tenis, mini futebol e muito mais.
8h30 – Concentração para Passeio
08h45 –  Alongamento
09h – Passeio Ciclístico – Trajeto Saída do Parque de Coqueiros até o fim da Beira Mar Continental e Retorno pela mesma.

Camiseta para os primeiros 200 inscritos (inscrições a partir das 8h – Parque de Coqueiros)

SORTEIO DE UMA BICICLETA PARA OS PARTICIPANTES DO PASSEIO – DOADA PELO CORPO DE BOMBEIROS TRINDADE

Apoio: Sindicato dos Empregados no Comércio de Florianópolis.

ATIVIDADES INTEGRADAS

Aniversário do Corpo de Bombeiros

9h às 17h – Demonstrações e Atrações do Corpo de Bombeiros Trindade
Exposição de Carros, Cães de salvamento, Atividades com Extintor, Orientações de Primeiros socorros e outras atividades

9h às 16h – Pedágio do Brinquedo
Traga um brinquedo em boas condições e faça sua doação para a campanha.

9h às 16h – Sesc Solidário
Faça sua doação para os atingidos pelas enchentes em Santa Catarina(alimento para pronto consumo, água potável, material de higiene pessoal e limpeza)

Além de Florianópolis, haverá atividades em Blumenau, Brusque, Caçador, Canoinhas, Concórdia, Criciúma, Itajaí, Joaçaca, Joinvile, Laguna, Tijucas e Tubarão.

Atividades agitam Ciclofaixa de Domingo em Florianópolis

O projeto Ciclofaixa de Domingo entra em sua quarta edição em Florianópolis com novidades. Brinca Comunidade, Escolinha Bike, Escola Bike Anjo, além do Encontro de Bicicletas Dobráveis, prometem agitar ciclistas no continente e no Centro.

Mais uma vez, uma faixa da rua será fechada da rótula de Itaguaçu até o início da Avenida Poeta Zininho (Beira-Mar do Estreito) e destinada à circulação de bicicletas, patins, skate e patinete, das 8h às 17h. Os demais trechos da avenida à beira-mar continental serão totalmente interditados e, além dos banheiros químicos, ganharão uma atividade adicional.

Confira a programação para esta edição da Ciclofaixa de Domingo, incluindo eventos ciclísticos para os quais se pode ir de bicicleta com segurança a partir do projeto.

Leia mais…

No Dia dos Pais, Ciclofaixa de Domingo terá escolinha para crianças

Saiu no site da Prefeitura Municipal de Florianópolis em 9 de agosto de 2013:

Novidade na Ciclofaixa de Domingo

A Prefeitura Municipal de Florianópolis entra na terceira semana do Projeto Ciclofaixa de Domingo, que acontece das 08h às 17h, no trecho entre a Praia do Itaguaçu e a Beira Mar do Estreito. Desde a última edição, o aterro do Continente está destinado ao lazer comunitário.

Neste domingo, a novidade será a “Escolinha Bike”, oferecida para que as crianças possam aprender não só a pedalar, como também ter as primeiras noções de segurança e educação no trânsito.

No local, haverá ciclistas orientando as crianças e supervisores do Instituto de Planejamento Urbano de Florianópolis, coordenados pela Arqª. Vera Lúcia Gonçalves da Silva, para dar informações. A escolinha funcionará das 08h30 às 12h.

Escolinha Bike funcionará das 08h30 às 12h. Foto: Joel Pacheco.

Escolinha Bike funcionará das 08h30 às 12h. Foto: Joel Pacheco.

(Vídeos) Ciclofaixa de domingo leva ciclistas às ruas de Florianópolis

Acima, conteúdo exibido originalmente no Bom Dia Santa Catarina, da RBS TV SC,  em 29 de julho de 2013, logo após o primeiro dia de funcionamento da Ciclofaixa de Domingo em Florianópolis. Assista aqui à reportagem no site.

Abaixo, reportagem exibida no mesmo programa em 26 de julho, divulgada também aqui.

Saiba mais:

Moradores do Continente aprovam Ciclofaixa de DomingoCiclofaixa de Domingo logo

Projeto Ciclofaixa de Domingo é ampliado

(Vídeo) Ciclofaixa de Domingo na Band

Conheça melhor o projeto Ciclofaixa de Domingo e Rua de Lazer

(Vídeo) Avaliação do primeiro dia da Ciclofaixa de Domingo é positiva

Ciclofaixa de Domingo tem grande participação da comunidade

Começa a funcionar o projeto Ciclofaixa de Domingo

Ciclofaixa de lazer de Florianópolis começa a funcionar domingo

Atividades da Ciclofaixa de Domingo de Florianópolis

Veja também:

Artigo: uma reflexão crítica sobre as ciclofaixas de lazer de Florianópolis

Florianópolis entra na moda das ciclofaixas de lazer

Moradores do Continente aprovam Ciclofaixa de Domingo

Evento será permanente na região

Secretaria do Continente e Ipuf irão se reunir nesta semana para avaliar o primeiro domingo da ação

Moradores do Continente aderiram muito bem ao projeto Ciclofaixa de Domingo inaugurado neste fim de semana. Não houve registro de incidentes, nem de filas no trânsito por conta da maior movimentação de ciclistas por toda a orla de Coqueiros, Abraão e Itaguaçu. Nesta semana a Secretaria do Continente e o Ipuf deverão se reunir para avaliar o primeiro domingo da ação.

Para o secretário do Continente, João Batista Nunes, o Ciclovia de Domingo é um projeto que pode provocar uma importante mudança cultural na cidade, humanizando os espaços públicos e encontrando novos meios de transportes seja para o trabalho ou para o lazer.

“As pessoas vieram para rua, completaram o trajeto de cinco quilômetros com uma vista maravilhosa de nosso Continente, mostraram que a cidade pode mudar e é isso que queremos, uma Florianópolis mais humana”, disse João Batista.

Segundo o secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano e superintendente do IPUF, Dalmo Vieira Filho, “a Ciclofaixa multiplica as opções de lazer para o florianopolitano e entra no conceito de praças eventuais que estamos pensando para a cidade. O próximo passo é integrá-la com a Av. Beira Mar Norte”, anuncia.

A iniciativa é a primeira virada no sentido de humanizar a cidade. Segundo o prefeito, não havia melhor região que o Continente para isso.

“Esperamos criar uma cultura nova, que não sirva apenas ao automóvel, levando a população a percorrer os espaços públicos.”

Este slideshow necessita de JavaScript.

Como funcionou

A Ciclofaixa foi devidamente sinalizada para uso dos ciclistas com faixa vermelha de rolamento e cones compreendendo um extensão de aproximadamente cinco quilômetros entre a Praia do Itaguaçu e a Beira Mar Continental (do Estreito).

A atividade da Ciclofaixa de Domingo, a partir de agora, será uma atividade permanente na região que compreende o Bairro de Coqueiros até a Beira Mar Continental e sempre estará abertas aos ciclistas das 8h às 17h.

A iniciativa teve o apoio da Unicred que contribuiu com os custos de implantação e disponibilizou cerca de 30 monitores para toda a extensão da ciclofaixa.

Fonte: Prefeitura Municipal de Florianópolis, em 28 de julho de 2013.

Saiba mais:

Projeto Ciclofaixa de Domingo é ampliadoCiclofaixa de Domingo logo

(Vídeo) Ciclofaixa de Domingo na Band

Conheça melhor o projeto Ciclofaixa de Domingo e Rua de Lazer

(Vídeo) Avaliação do primeiro dia da Ciclofaixa de Domingo é positiva

Ciclofaixa de Domingo tem grande participação da comunidade

Começa a funcionar o projeto Ciclofaixa de Domingo

Ciclofaixa de lazer de Florianópolis começa a funcionar domingo

Atividades da Ciclofaixa de Domingo de Florianópolis

Veja também:

Artigo: uma reflexão crítica sobre as ciclofaixas de lazer de Florianópolis

Florianópolis entra na moda das ciclofaixas de lazer

Projeto Ciclofaixa de Domingo é ampliado

Saiu no Diário Catarinense online em 1º de agosto de 2013, às 21h25.

Beira-Mar Continental terá e todas as faixas fechadas para carros

Intenção é transformar o local em uma área de lazer para ciclistas e pedestres aos domingos.

Projeto foi inaugurado no último domingo em Florianópolis. Foto: Alvarélio Kurossu / Agencia RBS.

Projeto foi inaugurado no último domingo em Florianópolis. Foto: Alvarélio Kurossu / Agencia RBS.

A abertura de uma das faixas da Beira-Mar Continentalpara o uso exclusivo de ciclistas e pedestres no último fim de semana agradou e, por isso, o projeto foi ampliado: todas as pistas do local serão fechadas para os carros somente aos domingos, das 8h às 17h. A ideia é transformar o espaço em uma área aberta de lazer, com a garantia de que a atitude não deverá interferir no trânsito da região.

O ciclista poderá começar o passeio em Itaguaçu e terminar na Beira-Mar Continental, onde serão colocados quiosques e outras estruturas para o lazer. Como a avenida foi inaugurada em 2012, os moradores conhecem a outra possibilidade para o tráfego de veículos: basta fazer o trajeto normal pelo bairro Estreito aos domingos.

O Instituto de Planejamento Urbano de Florianópolis (Ipuf), a Guarda Municipal e a Secretaria do Continente irão fazer uma reunião nesta sexta-feira para detalhar o projeto Ciclofaixa de domingo. De segunda-feira à sábado não haverá qualquer alteração no trânsito da Beira-Mar Continental. Segundo a Guarda Municipal, o trânsito aos domingos é mais ameno e a mudança não causará transtornos.

Saiba mais:

(Vídeo) Ciclofaixa de Domingo na BandCiclofaixa de Domingo logo

Conheça melhor o projeto Ciclofaixa de Domingo e Rua de Lazer

(Vídeo) Avaliação do primeiro dia da Ciclofaixa de Domingo é positiva

Ciclofaixa de Domingo tem grande participação da comunidade

Começa a funcionar o projeto Ciclofaixa de Domingo

Ciclofaixa de lazer de Florianópolis começa a funcionar domingo

Atividades da Ciclofaixa de Domingo de Florianópolis

Veja também:

Artigo: uma reflexão crítica sobre as ciclofaixas de lazer de Florianópolis

Florianópolis entra na moda das ciclofaixas de lazer

(Vídeo) Avaliação do primeiro dia da Ciclofaixa de Domingo é positiva

Conteúdo exibido originalmente no programa Jornal do Meio Dia, edição de Florianópolis, da RIC Record SC,  em 29 de julho de 2013. Assista aqui à reportagem no site.

Além da boa recepção da população da população, mostra entrevistas com o vereador Pedro de Assis Silvestre, o Pedrão (PP), o comandante da Guarda Municipal de Florianópolis, Jean Carlos Viana Cardoso, a arquiteta Vera Lúcia Gonçalves da Silva, do Instituto de Planejamento Urbano de Florianópolis (IPUF), o presidente da Associação dos Ciclousuários da Grande Florianópolis (ViaCiclo), Daniel de Araújo Costa, e com o Bike Anjo Fabiano Faga Pacheco.

Apenas para corrigir um pequeno equívoco do final da reportagem, usuários de skate, patins e patinetes podem utilizar a Ciclofaixa de Domingo à vontade. A quem estiver a pé, recomenda-se caminhar pela calçada.

Saiba mais:Ciclofaixa de Domingo logo

Ciclofaixa de Domingo tem grande participação da comunidade

Começa a funcionar o projeto Ciclofaixa de Domingo

Ciclofaixa de lazer de Florianópolis começa a funcionar domingo

Atividades da Ciclofaixa de Domingo de Florianópolis

Veja também:

Artigo: uma reflexão crítica sobre as ciclofaixas de lazer de Florianópolis

Florianópolis entra na moda das ciclofaixas de lazer

Ciclofaixa de Domingo tem grande participação da comunidade

Matéria da versão online do jornal Hora de Santa Catarina de 28 de julho de 2013, às 18h37, também republicada no Diário Catarinense.

Projeto Ciclofaixa de Domingo leva população para pedalar em Florianópolis

Faixa exclusiva foi criada em bairros do Continente

Não foram registrados incidentes no primeiro dia da Ciclofaixa. Foto:  Ana Paula Bittencourt  /  Agência RBS.

Não foram registrados incidentes no primeiro dia da Ciclofaixa. Foto: Ana Paula Bittencourt / Agência RBS.

O domingo de sol em Florianópolis tirou a população de casa que resolveu aproveitar o primeiro dia da ciclofaixa continental. O trajeto de cinco quilômetros inicia no Bairro Itaguaçu, passa por Coqueiros e termina na Beira-Mar do Estreito. Todos os domingos uma faixa será interditada das 8h às 17h para uso exclusivo de bicicletas.

Na avaliação do secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano de Florianópolis, Dalmo Vieira Filho, a estreia do projeto não poderia ter sido melhor.

Continue lendo…

Começa a funcionar o projeto Ciclofaixa de Domingo

Saiu no site da Prefeitura Municipal de Florianópolis em 28 de julho de 2013:

Ciclofaixa de Domingo é inaugurada no Continente

Projeto da Prefeitura tem como objetivo humanizar a cidade

Um cenário diferente pôde ser desfrutado no Bairro de Coqueiros, na região continental de Florianópolis,  neste domingo, 28 de julho: a inauguração da Ciclofaixa atraiu das 8 às 17 horas públicos de todas as idades.

Crianças, jovens, adultos e pessoas da terceira idade puderam circular no espaço de lazer com segurança, apoiados pelos monitores contratados e pela Guarda Municipal. A iniciativa da Prefeitura Municipal e do Instituto de Planejamento Urbano de Florianópolis, nas palavras do prefeito Cesar Souza Júnior, é a primeira virada no sentido de humanizar a cidade.

“Esperamos criar uma cultura nova, que não sirva apenas ao automóvel, levando a população a percorrer os espaços públicos.”

Continue lendo…

Atividades da Ciclofaixa de Domingo de Florianópolis

Escola Bike Anjo, corrida, passeio ciclístico e Via Gastronômica estão entre as atividades e serviços para motivar pessoas a pegarem suas bicicletas neste domingo.

Continue lendo…

Ciclofaixa de lazer de Florianópolis começa a funcionar domingo

Ciclofaixa de Domingo será a nova opção de divertimento da cidade. Em seu início, um trecho de 3,7km foi demarcado nas ruas de Itaguaçu, Coqueiros e início do Estreito para uso exclusivo de ciclousuários, permitindo às pessoas utilizarem de um trecho contínuo para seguirem das pedras bruxólicas que povoavam o mundo mágico de Franklin Cascaes, em Itaguaçu, até o final da Av. Poeta Zininho, a Beira-Mar Continental.

 Ciclofaixa de Domingo logoArte: Joel Pacheco – IPUF/PMF

Continue lendo…

Recursos para ciclovias em Florianópolis são usados para outros fins

Conteúdo Especial - Bicicleta na RuaApenas na segunda gestão de Dario Berger, quase R$ 15 milhões que iriam para obras cicloviárias foram usados para outras funções

Foi publicado no Diário Oficial de Florianópolis, no dia 19 de julho, o Decreto nº 11.878, que realoca recursos do orçamento para obras em Florianópolis. E alguns desses recursos dizem respeito ao interesse dos ciclistas do município.

Para a “construção e reforma de calçadas e ciclovias”, por exemplo, foram anulados recursos da importância de R$ 600 mil. Não estão especificados os locais diretamente afetados.

Já é a terceira vez que recursos são retirados para projetos e obras cicloviárias em 2013. Em março deste ano, o Decreto nº 11.310 já havia anulado R$ 500 mil e, em junho, o Decreto nº 11.639havia realocado R$ 6 mil de “divulgação e campanha educativa para o uso da bicicleta” e outros R$ 4 mil de “Micro-Rede Cicloviária” para outras ações. Em compensação, em fevereiro, foram destinados R$ 160 mil reais em recursos próprios para as obras da ciclovia da R. Ver. Osni Ortiga, na Lagoa da Conceição, atualmente em construção.

Não é a primeira vez que o município anula orçamento para obras em passeios e ciclovias. Em 2010, o então prefeito Dario Elias Berger (PMDB), por meio do Decreto nº 8.241, destinou R$ 2 milhões inicialmente previstos para ciclovias para a Operação Tapete Preto/Cinza, projeto de asfaltamento e pavimentação de ruas. Para piorar, nenhuma das obras em novas ruas cumpriu a Lei Complementar Municipal nº 78, que afirma:

Art. 7º Nas novas vias públicas deverá ser implantado sistema cicloviário, conforme estudo prévio de viabilidade física e sócio-econômica, sendo considerado no mínimo a implantação de faixa compartilhada devidamente sinalizada. […]

Art. 8° Os projetos e os serviços de reforma para alargamento, estreitamento e retificação do sistema viário existente a data desta Lei, contemplarão a implantação de sistema cicloviário conforme estudo prévio de viabilidade física e sócio-econômica, sendo considerado no mínimo a implantação de faixa-compartilhada devidamente sinalizada.

Se a mudança de recursos de ciclovias para o Tapete Preto foi algo bastante comum, há casos mais graves. Em 2007, foram retirados R$ 420 mil de projetos de ciclovias e calçadas para a realização do Carnaval do ano seguinte, por exemplo. Outros casos são igualmente emblemáticos. Em 2011, R$ 1 milhão da revitalização das ruas Frei Caneca, Bocaiúva e Almirante Lamego, nos bairros Agronômica e Centro, nas quais estavam previstas ciclofaixas, foram alocados no projeto da Rodovia Baldicero Filomeno, no Ribeirão da Ilha. Acontece que, durante a execução das obras, houve mudanças profundas na revitalização desta última e a ciclovia prevista não foi feita, transformando-se num suposto passeio compartilhado sem sinalização, que acabou virando local irregular de estacionamento de automóveis.

A importância de determinados projetos para a administração municipal ficou evidente na realocação de recursos. Em 2011, um decreto destinou recursos de ciclovias para a construção do elevado do Trevo da Seta. Além disso, no mesmo ano, outros R$ 2 milhões da revitalização da Rodovia João Gualberto Soares, tão esperada desde 2008 pelos moradores do Rio Vermelho, acabaram indo para a construção do elevado do Rita Maria.

Trocando em miúdos, a política municipal de mobilidade urbana, expressa pela vontade do prefeito em exercício, desqualificou projetos cicloviários em prol de projetos que visavam ao estímulo do uso do automóvel particular. Não à toa os congestionamentos se agravaram neste mesmo período.

Um levantamento exclusivo mostra como os decretos do chefe do poder executivo municipal realocaram recursos que dizem respeito à política cicloviária municipal a partir de 2007. Estão contabilizados os gastos previstos para “Construção e Reforma de Calçadas e Ciclovias”, “Construção e Recuperação de Calçadas, Praça, Jardins e Ciclovias”, além de recursos destinados à microrrede cicloviária, ao Plano Cicloviário de Florianópolis e a “Divulgação e Campanha Educativa para o uso da Bicicleta”. Também estão contabilizados projetos que envolvem a construção de ciclovias e ciclofaixas, como o caso das revitalizações das ruas Bocaiúva, Frei Caneca, Trompowsky, Almirante Lamego, Ver. Osni Ortiga e Rod. João Gualberto Soares. Não estão contados recursos para a R. Dep. Antônio Edu Vieira, nem a projetos que inicialmente previam ciclovias mas que acabaram sem tê-las, como ocorreu com as rodovias Baldicero Filomeno e Haroldo Soares Glavan. Foi tomado o cuidado para não incluir alguns projetos que se mostraram exclusivos de recapeamento. Confira abaixo os valores

2007

Decreto nº 4.703 – destina R$ 100.000,00
Decreto nº 4.879 – destina R$ 500.000,00
Decreto nº 5.056 – destina R$ 2.600.000,00, sendo R$ 1 milhão do Ministério das Cidades
Decreto nº 5.363 – anula R$ 420.000,00
Decreto nº 5.414 – anula R$ 70.000,00
Decreto nº 5.437 – anula R$ 70.000,00

Total:
Destinados R$ 3,2 milhões
Anulados R$ 560 mil
Saldo R$ 2 milhões e 640 mil

2008

Decreto nº 5.557 – destina R$ 200.000,00 e anula R$ 200.000,00
Decreto nº 5.612 – anula R$ 400.000,00 em recursos da CAF (Cooperação Andina de Fomento)
Decreto nº 5.677 – anula R$ 44.900,00 para ciclovia em Coqueiros
Decreto nº 5.740 – destina R$ 350.000,00
Decreto nº 5.959 – destina R$ 500.000,00
Decreto nº 6.056 – destina R$ 500.000,00
Decreto nº 6.156 – destina R$ 60.000,00 para o continente
Decreto nº 6.230 – destina R$ 40.000,00
Decreto nº 6.311 – anula R$ 20.000,00 para ciclovia na Vargem Grande
Decreto nº 6.339 – anula R$ 320.000,00
Decreto nº 6.388 – anula R$ 79.000,00
Decreto nº 6.389 – anula R$ 40.000,00 do Plano Cicloviário de Florianópolis

Total:
Destinados
R$ 1,65 milhão
Anulados R$ 1 milhão e 103,9 mil
Saldo R$ 546,1 mil

2009

Decreto nº 6.468 – anula R$ 80.000,00 de ciclovia na orla continental
Decreto nº 6.551 – destina R$ 635.000,00 e anula R$ 135.000,00
Decreto nº 7.055 – destina R$ 270.000,00
Decreto nº 7.144 – anula R$ 13.000,00 do Plano Cicloviário de Florianópolis
Decreto nº 7.158 – anula R$ 13.500,00
Decreto nº 7.445 – anula R$ 300.000,00
Decreto nº 7.494 – anula R$ 1.400.000,00
Decreto nº 7.555 – anula R$ 200.000,00
Decreto nº 7.563 – anula R$ 65.000,00
Decreto nº 7.590 – destina R$ 200.000,00
Decreto nº 7.593 – anula R$ 1.000.000,00 de convênio com o BADESC
Decreto nº 7.626 – anula R$ 1.500,00 do Plano Cicloviário de Florianópolis
Decreto nº 7.684 – anula R$ 125.000,00, sendo R$ 95 mil de ciclovia na orla continental
Decreto nº 7.786 – destina R$ 500.000,00 de convênio com o BADESC
Decreto nº 7.827 – anula R$ 240.000,00
Decreto nº 7.967 – anula R$ 1.400.000,00 de convênio com o Governo do Estado

Total:
Destinados
R$ 1,605 milhão
Anulados R$ 4,973 milhões
Saldo R$ 3 milhões e 368 mil negativos

2010

Decreto nº 8.006 – anula R$ 700.000,00
Decreto nº 8.107 – anula R$ 900.000,00 das ruas Frei Caneca, Bocaiúva e Almirante Lamego
Decreto nº 8.119 – anula R$ 200.000,00 da ciclovia da Osni Ortiga
Decreto nº 8.226 – destina R$ 60.000,00, e anula R$ 19.990,00 de ciclovia na orla continental
Decreto nº 8.241 – anula R$ 1.000.000,00, e outros R$ 500.000,00 das ruas Frei Caneca, Bocaiúva e Almirante Lamego e R$ 500.000,00 da Trompowsky, de convênio com o BADESC
Decreto nº 8.459 – anula R$ 100.000,00 das ruas Frei Caneca, Bocaiúva e Almirante Lamego e R$300.000,00 da Trompowsky
Decreto nº 8.514 – anula R$ 2.000.000,00
Decreto nº 8.520 – anula R$ 50.000,00 da avenida Trompowsky
Decreto nº 8.523 – anula R$ 200.000,00 da ciclovia da Osni Ortiga
Decreto nº 8.527 – anula R$ 100.000,00 da ciclovia da Osni Ortiga e R$ 500.000,00 da João Gualberto Soares
Decreto nº 8.612 – anula R$ 6.800,00
Decreto nº 8.637 – anula R$ 54.000,00 da microrrede cicloviária e R$ 5.000,00 de campanha educativa

Total:
Destinados R$ 60 mil
Anulados R$ 7 milhões e 76,79 mil
Saldo R$ 7 milhões e 16,79 mil negativos

2011

Decreto nº 8.699 – anula R$ 1.000.000,00 das ruas Frei Caneca, Bocaiúva e Almirante Lamego, de convênio com o BADESC
Decreto nº 8.769 – anula R$ 200.000,00 das ruas Frei Caneca, Bocaiúva e Almirante Lamego, de convênio com o Governo do Estado
Decreto nº 8.796 – anula R$ 90.000,00
Decreto nº 8.838 – anula R$ 2.000.000,00 da João Gualberto Soares, de convênio com o BADESC
Decreto nº 8.850 – destina R$ 115.000,00, e anula R$ 5.000,00 de ciclovia na orla continental
Decreto nº 9.355 – anula R$ 36.000,00

Total:
Destinados R$ 115 mil
Anulados R$ 2 milhões e 331 mil
Saldo R$ 2 milhões e 216 mil negativos

2012

Decreto nº 9.836 – anula R$ 200.000,00
Decreto nº 10.022 – anula R$ 150.000,00 da ciclovia da Osni Ortiga
Decreto nº 10.035 – anula R$ 25.000,00 da microrrede cicloviária e R$ 1.000,00 de campanha educativa
Decreto nº 10.097 – anula R$ 120.000,00
Decreto nº 10.171 – anula R$ 333.450,00 da João Gualberto Soares, de convênio com a CASAN
Decreto nº 10.339 – anula R$ 800.000,00
Decreto nº 10.382 – anula R$ 450.000,00
Decreto nº 10.478 – destina R$ 1.750.000,00 para a ciclovia da Osni Ortiga, por meio dos Convênios Nº 8071/2012 e Nº 9604/2012
Decreto nº 10.526 – anula R$ 24.000,00
Decreto nº 10.624 – anula R$ 500.000,00
Decreto nº 10.628 – anula R$ 380.000,00, e outros R$ 350.000,00 das ruas Frei Caneca, Bocaiúva e Almirante Lamego
Decreto nº 10.651 – anula R$ 350.000,00 da ciclovia da Osni Ortiga e R$ 250.000,00 da Trompowsky

Total:
Destinados R$ 1,75 milhão
Anulados R$ 3 milhões 933,45 mil
Saldo R$ 2 milhões e 183,45 mil negativos

No total, desde 2007, ao menos R$ 9.490.000,00 foram incluídos por decreto em projetos cicloviários e R$20.138.140,00 foram anulados para essa finalidade. Ou seja, ao todo, mais de R$ 10,5 milhões previstos para obras que englobavam melhoramento em ciclovias e passeios saíram de suas previsões no orçamento municipal com destino a outras ações nos últimos seis anos e meio. O período mais crítico foi durante a segunda gestão de Dario Berger. Entre 2009 e 2012, R$ 3.530.000,00 do orçamento entravam para projetos cicloviários, enquanto outros R$ 18.314.240,00 foram retirados. Apenas nesses quatro anos, quase R$ 14,8 milhões deixaram de ser investidos em ciclovias.

A maior parte desse trânsito de dinheiro ocorreu em orçamentos relativos à Secretaria Municipal de Obras, o que mostra o caráter fundamental que esse órgão teve – ou deveria ter tido – para a construção de pistas cicláveis em Florianópolis. Outros órgãos tiveram bem menos destaque na realocação de recursos, como foi o caso da Secretaria Municipal do Continente e do Instituto de Planejamento Urbano de Florianópolis (IPUF), sendo que este último teve apenas verbas cortadas, nenhuma acrescida.

É importante notar como essa maneira de gestão retirou o caráter fundamental do planejamento urbano, que foi notadamente sabotado ao longo da gestão de Dario Berger. A ausência de recursos para se planejar pode ter sido de fundamental importância para a não-destinação de verbas para obras fundamentais de mobilidade urbana por bicicleta.

Os decretos são uma forma de o chefe do poder executivo deliberar sobre questões que são de sua alçada. E a mudança na aplicação de recursos lhe foi respaldada pela legislação municipal, com a aprovação pela Câmara de Vereadores de dispositivos que autorizam essa realocação de recursos pelo prefeito.

As formas pelas quais ocorreram o sumiço de verbas em torno da bicicleta, nos últimos anos, entretanto, demonstram justamente que a cidade viveu no improviso, completamente sentida pela ausência do planejar. Obras discutidas nas comunidades que poderiam ter saído em questão de meses passaram anos sem se fazer serem notadas, justamente por dispositivos legais como esses.

Os dados referentes a esse levantamento não levam em consideração o total de recursos previstos quando da formulação do orçamento municipal e tampouco quanto ao que foi de fato efetivamente aplicado, mas demonstram como as modificações no orçamento feitas pelo prefeito afetaram negativamente a segurança de ciclistas e pedestres ao longo dos últimos anos em nossa cidade.

Com os mais de R$ 10 milhões retirados do orçamento, a cidade poderia não estar hoje defasada em 40km de pistas cicláveis, número que só se fez aumentar nesse período.

Agora, com novo governo, resta ainda saber se a demanda reprimida de ciclistas, que gira em torno de 70% a 74% da população florianopolitana, vai ver novamente o desvio sistemático de recursos que iriam para a segurança do pedalar sendo utilizados para outras finalidades.

Escola Bike Anjo Floripa 16/06

O Bike Anjo Floripa convida a todos os interessados para mais uma EBA – Escola Bike Anjo neste domingo.

“Quer aprender a pedalar, aperfeiçoar, tirar dúvidas e obter dicas importantes sobre bicicleta?

É hoje das 12 as 18 horas no Parque de Coqueiros em Florianópolis, venha e traga seus amigos e sua família, aproveite um dia no parque.”

Florianopolis 2013-06-16 Bike Anjo v.1

Diversos grupos de ciclistas prestigiaram o lançamento do Floribike

bicicleta_na_rua3-joel pacheco

O lançamento do edital de concorrência do sistema de bicicletas coletivas de Florianópolis, o Floribike, contou com a presença de integrantes de diversos grupos de ciclistas da cidade. Na cerimônia, realizada às 15h30 ao lado da Ponta do Coral, na Av. Beira-Mar Norte, diversas autoridades municipais estavam presentes, mostrando que “a prefeitura está unida para promover a bicicleta como meio de transporte”, segundo o prefeito Cesar Souza Júnior.

Prefeito Cesar Souza Júnior assina lançamento do Floribike. Foto: Fabricio Sousa.

Prefeito Cesar Souza Júnior assina lançamento do Floribike. Foto: Fabricio Sousa.

Mesmo com outros dois eventos ciclísticos acontecendo na cidade no mesmo horário, 75 ciclistas participaram do evento, que teve seguimento com o Passeio Ciclístico da ViaCiclo. Fizeram-se presentes integrantes dos grupos Duas Rodas, Pedal Continente, Mountain Bike Floripa, Bicicletada Floripa, Bike Anjo Floripa e pedal do Della, além de cicloturistas.

Prefeito e vice pedalaram 2km na ciclovia da Av. Beira-Mar Norte, da Praça República da Grécia, no Koxixo’s, até a Praça Sesquicentenário da Polícia Militar.

O trajeto inicial foi alterado, percorrendo a ciclovia da Av. Beira-Mar Norte antes da travessia para o continente, pela passarela. A pedalada aproveitou também a programação da Maratona Cultural de Florianópolis com a passagem pelo Parque de Coqueiros, onde se tocava um samba no momento em que os ciclistas davam uma volta e meia pelo parque.

Diversos grupos de ciclistas estiveram presentes no lançamento do edital do Floribike. Foto: Fabricio Sousa.

Diversos grupos de ciclistas estiveram presentes. Foto: Fabricio Sousa.

Fotos:

Edimarcon da Silva
Fabiano Faga Pacheco
Fabricio Sousa
Luis Antônio Peters
Otávio Anacleto / PMF

Saiba mais:

Diversos grupos de ciclistas prestigiaram o lançamento do Floribike
Diversos secretários compareceram à assinatura do edital do Floribike
Idealizadora do sistema de bicicletas coletivas de Florianópolis é homenageada
(Vídeo) Florianópolis lança edital das bicicletas públicas

Especial Floribike – Bicicleta na Rua

(I) Especial Floribike: Edital de concorrência será lançado no aniversário da cidade
(II) Especial Floribike: São Paulo e Rio de Janeiro foram pioneiros
(III) Especial Floribike: Projeto de bicicletas coletivas vem de 2009
(IV) Especial Floribike: Conheça as concorrentes – Compartibike
(V) Especial Floribike: Conheça as concorrentes – Movement Barcelona
(VI) Especial Floribike: Conheça as concorrentes – Serttel
(VII) Especial Floribike: As empresas que ficaram pelo caminho
(VIII) Especial Floribike: A opção por Nova York
(IX) Especial Floribike: Compartilhamento universitário
(X) Especial Floribike: Iniciativa do interior do Paraná é premiada
(XI) Especial Floribike: Bicicletas coletivas que salvam vidas
(XII) Especial Floribike: Como funcionará em Florianópolis

Veja também:

Floribike: encaminhamento do edital homenageou os 10 anos da Bicicletada em Florianópolis
Apenas duas empresas são habilitadas a concorrer ao sistema de bicicletas públicas de Florianópolis
Aberto edital de pré-qualificação do sistema de bicicletas públicas de Florianópolis
Aluguel de bicicletas de Florianópolis é tema de Podcast
Embora pronto, edital das bicicletas públicas de Florianópolis não será lançado em 2011
Ata da Audiência Pública do Sistema de Bicicletas Públicas de Florianópolis (Floribike)
Florianópolis dá primeiro passo para implantação de bicicletas coletivas
Audiência pública debaterá aluguel de bicicletas em Florianópolis
Aluguel de bicicletas de Florianópolis deve ficar pronto em novembro de 2012
Florianópolis espera contar com bicicletas públicas em 2012

%d blogueiros gostam disto: