(XI) Especial Floribike: Bicicletas coletivas que salvam vidas

Estudo demonstra que o Bicing, o serviço de bicicletas públicas de Barcelona, salva 12 vidas a cada ano e reduz a emissão de CO2 em mais de 9.000 toneladas .

Investigadores do Centro de Investigação em Epidemiologia Ambiental (CREAL) de Barcelona informam que os benefícios para a saúde da atividade física ao deslocar-se de bicicleta dentro da cidade são muito maiores que os riscos devido à poluição do ar e aos acidentes de trânsito.

De fato, estes benefícios foram quantificados e confirmam que, graças ao uso habitual do Bicing, o número anual de mortes diminui a uma taxa de 24%. No caso da cidade de Barcelona, esse número representa o salvamento de 12 vidas. Além disso, as emissões de CO2 reduzem-se em mais de 9.000 toneladas durante o mesmo período.

Os resultados, publicados no British Medical Journal, baseiam-se em um estudo de impacto na saúde do Bicing, o sistema de bicicletas públicas de Barcelona, que hoje conta com cerca de 6.000 bicicletas, 420 estações e 120.000 usuários cadastrados.

Estes serviços são cada vez mais populares na Espanha e mais de 70 cidades já contam com ele, incluindo Bilbao, Córdoba, Gijón, São Sebastião, Santander, Sevilha, Valência e Saragoça.

O Dr. David Rojas-Rueda, investigador do CREA e principal autor deste estudo, parte do projeto TAPAS (Transportation, Air Pollution and Physical Activities), declara que “é evidente que as políticas de transporte que promovam a atividade física são uma maneira para melhorar a saúde da população e reduzir os gastos  em saúde pública”.

Trata-se da primeira pesquisa que quantifica o impacto na saúde da implantação destes serviços, “que tem tido grande êxito e estão se extendendo para todo o mundo”, segundo o investigador Rojas-Rueda. No caso do Bicing, 11% da população de Barcelona já havia se cadastrado no sistema no ano de 2009. O deslocamento para ir ao trabalho ou à escola correspondiam a 68% das viagens e 37% dos usuários combinaram as bicicletas coletivas com outro meio de transporte. A distância média que é percorrida com o Bicing é de 3,29 quilômetros por dia, com uma duração média de 14,1 minutos.

Tendo em conta estes dados, o pesquisados do CREAL acrescenta que “há, contudo, muito espaço para melhorar estes números e, portanto, aumentar os benefícios para a saúde e o meio ambiente”. De fato, o estudo foi motivado pela preocupação global sobre as altas taxas de sedentarismo, a epidemia da obesidade e o aumento dos níveis de poluição do ar nas cidades, que instituições como a Organização Muncial da Saúde, a Comissão Européia e o Centro da União Européia para o Controle de Enfermidades demonstraram.

Artigo de referência:

The health risks and benefits of cycling in urban environments compared with car use: health impact assessment study. Bristish Medical Journal (2011). doi=10.1136/bmj.d4521.

Fonte: Traduzido e adaptado de notícia de 5 de agosto de 2011 do Centro de Investigación en Epidemilogía Ambiental.

Saiba mais:

(I) Especial Floribike: Edital de concorrência será lançado no aniversário da cidade
(II) Especial Floribike: São Paulo e Rio de Janeiro foram pioneiros
(III) Especial Floribike: Projeto de bicicletas coletivas vem de 2009
(IV) Especial Floribike: Conheça as concorrentes – Compartibike
(V) Especial Floribike: Conheça as concorrentes – Movement Barcelona
(VI) Especial Floribike: Conheça as concorrentes – Serttel
(VII) Especial Floribike: As empresas que ficaram pelo caminho
(VIII) Especial Floribike: A opção por Nova York
(IX) Especial Floribike: Compartilhamento universitário
(X) Especial Floribike: Iniciativa do interior do Paraná é premiada
(XI) Especial Floribike: Bicicletas coletivas que salvam vidas
(XII) Especial Floribike: Como funcionará em Florianópolis

Veja também:

Floribike: encaminhamento do edital homenageou os 10 anos da Bicicletada em Florianópolis
Apenas duas empresas são habilitadas a concorrer ao sistema de bicicletas públicas de Florianópolis
Aberto edital de pré-qualificação do sistema de bicicletas públicas de Florianópolis
Aluguel de bicicletas de Florianópolis é tema de Podcast
Embora pronto, edital das bicicletas públicas de Florianópolis não será lançado em 2011
Ata da Audiência Pública do Sistema de Bicicletas Públicas de Florianópolis (Floribike)
Florianópolis dá primeiro passo para implantação de bicicletas coletivas
Audiência pública debaterá aluguel de bicicletas em Florianópolis
Aluguel de bicicletas de Florianópolis deve ficar pronto em novembro de 2012
Florianópolis espera contar com bicicletas públicas em 2012

As mudanças climáticas e os ciclistas de Florianópolis

As mudanças climáticas não são uma brincadeira ou uma falácia. São um fato real! Milhares de trabalhos científicos publicados em dezenas de revistas especializadas, onde os textos passam por revisão pela comunidade científica, comprovam a sua veracidade – a ainda mais: demonstram claramente que as atividades humanas é que estão causando este fenômeno.

Atualmente, o transporte é o setor que mais emite gases-estufa nas cidades. Supera até mesmo a indústria. Todos os dias, algumas toneladas de dióxido de carbono são lançadas nos céus de Florianópolis pelos escapamentos dos automóveis, a maioria dos quais circulando com uma só pessoa e agravando o problema dos congestionamentos que têm acometido a capital catarinense. Isso sem contar com a liberação de gases como óxidos de nitrogênio e monóxido de carbono, que têm ainda maior poder calorífico, contribuindo para agravar o aquecimento global.

O deslocamento por bicicleta, além de mais prazeroso, ágil, saudável e, em diversas ocasiões, mais veloz, não emite, por si só, gases-estufas. O investimento no transporte ativo, além de contribuir para melhorar a crise de mobilidade urbana, é uma forma de permitir o desenvolvimento saudável das gerações futuras. Gerações estas hoje em perigo de, por falta de um acordo decente na Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP-15), em Copenhagen, não terem um planeta habitável para viver.

Por estas e por outras razões é que, uníssonos, diversos grupos de ciclistas de Florianópolis e São José irão às ruas pedalar, almejando que o amanhã nos reserva não seja tão desalentador.

%d blogueiros gostam disto: