Pedais dominicais – 28/07

Mesmo com o frio, domingo promete agitar as pessoas que curtem pedalar ou que querem realizar alguma atividade física. Pessoas de variados gostos ciclísticos terão vez.

Em Florianópolis, teremos a inauguração da Ciclofaixa de Domingo, a partir das 8h até às 17h, em Coqueiros, na porção continental.

Às 9h30, um passeio ciclístico em homenagem aos trabalhadores da indústria sairá do Estreito. E logo após, tem início a Escola Bike Anjo para quem quer aprender a pedalar e a como se comportar no trânsito das cidades. Maiores informações aqui.

Já quem quiser algo um pouco mais puxado pode optar pelo Pedalzão de Domingo que os Amigos da Bike SC farão. Com saída às 7h45 do Alemão Bike Shop, na Avenida Elza Lucchi, na Palhoça, e ponto de encontro na loja do Kobrasol meia hora depois, os ciclistas estão convidados para um pedalada com destino a Governador Celso Ramos.

Balneário Camboriú

Mais uma vez ciclistas de Balneário Camboriú vão às ruas para pedir a implementação do plano cicloviário do município, em particular a ciclovia na Avenida Atlântica, uma das principais da cidade. Eles irão se encontrar às 10h, na Barra Sul e seguirão rumo à Barra Norte, retornando na altura da 2101.

:: Confirme sua presença pelo Facebook

Os primeiros 50 que chegarem ganharão como brinde uma plaquinha como as das fotos abaixo.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Entendam a problemática que envolve Balneário Camboriú nas palavras do presidentes da Associação de Ciclismo de Balneário Camboriú e Camboriú (ACBCC):

logo - ACBC&CCaros ciclistas e simpatizantes da bicicleta de Balneário Camboriú e região,

Está chegando a hora para que, dentro do processo democrático deste país, possamos demonstrar toda a nossa insatisfação com relação a execução do projeto do plano cicloviário de Balneário Camboriú. Projeto este que já está no papel desde 2010 e que muito vagarosamente vem sendo executado, não levando em consideração os verdadeiros objetivos de uma ciclovia. Dentre estes objetivos está a contribuição direta para a melhora da mobilidade urbana de uma cidade. Para que isto aconteça, precisamos pedalar por ciclovias seguras, que é outro objetivo desta, e o que vemos hoje em Balneário Camboriú é a colocação de uma faixa vermelha no chão e a ela é dado o falso conceito de ”ciclovia”.

Não há uma orientação, tanto para os ciclistas como para os motoristas, de que, ao trafegarem por uma via onde existem só estas faixas pintadas de vermelho, se deve ter o máximo de atenção por uma obra inacabada. Obra esta que, ao ser liberada para o uso e estar inacabada, gera a maior insegurança para todos que trafegam por ali.

Por não estar sinalizada corretamente há uma tendência da invasão dos automóveis para cima desta. Consequentemente pode vir a atingir um ciclista que se acha seguro por estar pedalando numa falsa ciclovia. Nós da ACBC temos como objetivo fazer com que, ao executarem as obras de uma ciclovia, esta seja implementada com toda a sua infraestrutura completa, para que o verdadeiro objetivo da ciclovia seja sempre o de gerar a devida segurança aos ciclistas que por ela trafeguem, não dando margem para que os acidentes aconteçam.

Por isto convidamos a todos para que participem do ”EVENTO PRÓ-CICLOVIAS” que acontecerá no domingo dia 28/07 as 10h da manhã, com saída da Barra Sul.

Atenciosamente

Henrique S. Wendhausen
Presidente – ACBC

Lages

A cidade da serra catarinense terá a segunda edição do passeio ciclístico da Estação Bike, que conta com apoio da Bicicletada Lages. Haverá sorteio de bicicletas e a idéia da secretaria de Saúde do município é mostrar os benefícios que o pedalar pode propocionar.

Lages 2013-07-28

Bom exemplo para o trânsito de Ganchos

A reportagem abaixo foi originalmente publicada no Jornal Notícias do Dia, versão de Biguaçu, em 08 de janeiro de 2010 (pág. A3). A matéria pode ser vista em .png aqui.

Notícias do Dia - logo

Ganchos. Quem estacionar em local proibido será multado

Mais segurança para os turistas

Reunião que durou quase  três horas na Casa Paroquial de Governador Celso Ramos, em Ganchos do Meio, entre as autoridades do município e o 24º Batalhão da Polícia Militar, serviu para definir ações para manter o balneário como o mais seguro do Estado pela quarta temporada consecutiva, segundo relatório da Santur. “Queremos manter o balneário do município como o mais seguro. Para isso, colocaremos mais um trailer na Praia de Palmas e teremos a presença permanente do capitão Sandro. O município comprou 200 placas de sinalização de ruas e virá mais uma moto para ajudar nos trabalhos”, afirma o tenente-coronel Heriberto Rocha Peres.

De acordo com o prefeito Anísio Soares (PMDB), a partir de hoje serão colocadas 100 placas de proibido estacionar. “As pessoas que estacionarem em local proibido e atrapalharem o trânsito da cidade serão multadas e guinchadas. Por isso, peço aos policiais que deem a atenção necessária para esses casos e todos os outros que prejudicam o turismo da nossa bela cidade”, afirmou.

Prevenção. Com mais de três horas de duração, reunião entre autoridades e PM definiu reforços no policiamento.

O comandante da PM (Polícia Militar) na Comarca de Biguaçu definiu como positivo o encontro em que estiveram presentes autoridades e representantes da comunidade. Segundo o comandante, o prefeito Anísio pretende delimitar os horários para o comércio na cidade para até 24h na Operação Veraneio. “É uma postura radical que deve servir de exemplo para outros municípios; uma medida antipática, mas que salvará muitas vidas”, avalia Peres.

Veja também:

Governador Celso Ramos (SC): estrada boa para que tráfego?

Governador Celso Ramos (SC): estrada boa para que tráfego?

Repare bem na imagem abaixo. Ela mostra um trecho da rodovia SC-410 no município catarinense de Governador Celso Ramos (antigamente chamado Ganchos).

O asfalto desta estrada foi recentemente recuperado, mas a reportagem que ela ilustrava dava conta do aumento de 500% no número de fatalidades em 1 ano. As principais causas seriam a grande quantidade de curvas acentuadas e, claro, a imprudência dos motoristas.

Mas um detalhe chama mais atenção. A legenda dizia: “Recuperada, SC-410 oferece boas condições de tráfego, mas há motoristas abusando da velocidade”.

Agora a indagação: ela oferece boas condições de tráfego a quem??? Ela possui acostamento, calçadas, espaço seguro para ciclistas transitarem? A imagem acima responde a esses questionamentos. E ela não é favorável a quem transita a pé ou de bicicleta.

Ela não tem fornece estrutura para os modos mais elementares e eficientes de deslocamento. Ao mesmo tempo, não oferece situação de tráfego sequer aos automóveis no caso de um acidente, pela ausência de acostamento.

As melhorias feitas na dita via mostram bem em como o Estado de Santa Catarina está defasado em se tratando de mobilidade urbana. Enquanto lá fora, investe-se em estruturas para ciclistas e pedestres, inclusive fechando-se ruas inteiras aos automóveis, por aqui ainda são tímidas as ações em prol de uma verdadeira mobilidade sustentável.

A contradição é que, enquanto se investiu no asfaltamento da rodovia, se oneraram os cofres públicos com a falta de segurança da mesma via, contabilizada pelo incremento no número de acidentes e de mortes. Contradição ainda maior percebe-se ao analisar os dados: aqueles que deveriam ser os maiores beneficiados pelo asfalto novo, os motoristas, foram, também, as maiores vítimas e inteiramente responsáveis pelo crescimento das fatalidades.

PS: cabe salientar que a Lei Estadual Nº 10.728/1998, que proíbe a execução de novas obras sem a instalação de adequada infraestrutura ciclística, foi desrespeitada.

%d blogueiros gostam disto: