Caderno de Florianópolis da Semana Nacional de Trânsito

Saiu no site da Prefeitura Municipal de Florianópolis em 13 de setembro de 2013.

Semana Nacional do Transito 2013

Comissão acerta detalhes da Semana de Trânsito

Entidades discutem ações e ajustam o cronograma final para o evento

A Diretoria de Operações de Trânsito do IPUF reuniu-se na última sexta-feira com as entidades responsáveis pela Semana Nacional de Trânsito para definir ações que acontecerão em Florianópolis entre os dias 18 e 25 de setembro.

Sob o título “Álcool, outras drogas e segurança no trânsito: efeitos, responsabilidades e escolhas”, a comissão decidiu o cronograma final, com atividades programadas para conscientizar a população e com vistas a um trânsito mais seguro, como, por exemplo, curso grátis de pilotagem defensiva para motociclistas(*), palestras, desafio intermodal, vivências, blitze educativas, entre outras.

Para a execução deste projeto, foi instituída em 2012 a Comissão Intersetorial para a Redução da Morbimortalidade de Florianópolis, mobilizando setores governamentais, empresariais, educacionais, técnicos e acadêmicos, visando ações mais efetivas, que repercutam na mudança de comportamento e hábitos por parte da população, na redução das lesões e mortes provocadas pelo trânsito, na redução de acidentalidade e na promoção da saúde e cultura de paz no trânsito.

Participam do projeto as seguintes instituições: IPUF/DIOPE, Guarda Municipal, SES/DIVE, PRF, PMRv, Polícia Militar, Secretaria Municipal de Segurança e Defesa do Cidadão, Secretaria de Educação, Secretaria de Transportes e Mobilidade e Terminais, Secretaria do Continente, SAMU, Detran, ICETRAN, Secretaria de Cultura, MOBFloripa, Polícia Civil, Trânsito Bacana com Você, SEST-SENAT, Floripa Acessível, Câmara de Vereadores, VIACiclo, AmoFloripa, UDESC, ALESC, UFSC, Manos do Asfalto, CDL, SBOT/SC.

(*) Os interessados no curso de pilotagem defensiva para motociclistas (do SEST-SENAT), deverão realizar as inscrições no site cursopilotagemdefensiva.com.br.

Confira no caderno da Semana Nacional de Trânsito 2013 (para download) os objetivos e o cronograma do projeto:

Semana Nacional do Transito 2013

Nota: o Desafio Intermodal foi adiado para o dia 26 de setembro.

Calota e Gasolina em Trânsito 2013

Saiu no site da Prefeitura Municipal de Florianópolis em 13 de setembro de 2013.

GMF prevê blitz educativa na Semana de Trânsito

Lei Seca é o mote da programação do evento

Uma série de atividades será desenvolvida na Semana de Trânsito, formatadas pela Secretaria Municipal de Segurança e Defesa do Cidadão, através da Guarda Municipal de Florianópolis. Marcada para ocorrer entre os dias 16 a 25 de setembro com exposição de carros batidos, teatro e blitze em vários pontos da cidade.

Veículos em perda total, por causa de embriaguez ao volante, estarão expostos em três pontos de Florianópolis. A intenção é a reflexão e a mudança de comportamento. Mesmo com o endurecimento, do ponto de vista criminal, da Lei Seca no final de 2012, o número de mortes ainda é elevado. De acordo com dados do Departamento Nacional de Trânsito, apenas em 2012 cerca de 42 mil pessoas perderam a vida em acidentes no país, sendo duas mil em Santa Catarina.

“O objetivo da exposição de veículos batidos é a conscientização dos motoristas sobre as consequências do consumo de álcool por motoristas, uma forma educativa de chamar a atenção para esse grave problema que enfrentamos”, define o gerente de Trânsito da Guarda Municipal, Valcir Brasil.

Os veículos estarão expostos no Parque de Coqueiros, na avenida Beira-mar Norte e no bairro Trindade.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A partir do tema escolhido pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), que trata da questão do uso de álcool e outras drogas e por motoristas, a Guarda Municipal fez os preparativos do evento com o slogan ’’Trânsito seguro, responsabilidade de todos”.

Alunos do 1º ao 5º ano das 37 escolas municipais participam do Concurso Desenho e Redação, cuja premiação ocorre durante a Semana de Trânsito. O objetivo da campanha é alertar para o crescimento vertiginoso do número de mortes em acidentes automobilísticos no país.

As crianças ganham atenção especial, pois serão futuros atores no trânsito, seja como pedestre, motorista ou ciclista. O grupo teatral Calota e Gasolina fará apresentações em dias determinados. O entretenimento tem participação ativa do público. De forma interativa, os espectadores refletem sobre os equívocos cometidos no trânsito do dia a dia.

Cronograma
  • 16 e 17 – Blitz Educativa das 9 às 17 horas com distribuição de material informativo. Setor de Educação da Guarda Municipal de Florianópolis.
  • 18 – Cerimônia de Premiação do Concurso de Desenho e Redação da GMF ás 15 horas  no Auditório da Base da Guarda Municipal ( Portal Turístico) com participação do Teatro Calota e Gasolina.
  • 19 e 20 – No Centro da capital. Rua Deodoro esquina com a (rua) Felipe Schmidt. No horário compreendido entre 9 e 17 horas haverá muitas atrações . Apresentação do Teatro Calota e Gasolina, períodos matutino e vespertino.
  • 21 – Blitz da Lei Seca. Educativa. Teatro e participação da Polícia Militar (PM), Polícia Militar Rodoviária (PMRV), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Detran, Serviço Nacional do Transporte (Sest/ Senat).
  • 22 – Teatro , apresentação e distribuição de informativo no Trapiche da Beira Mar Norte.
  • 23 e 24 – Blitz Educativa com distribuição de informativos.
  • 25 – Blitz Educativa com distribuição de informativo.

Confira abaixo os horários e locais da peça teatral “Calota e Gasolina em Trânsito”.

Calota e Gasolina em Transito(Veja em PDF)

Notícia relacionada:

Prossegue Semana do Trânsito com várias atividades na Capital

Estudantes de Florianópolis têm desenhos premiados na Semana Nacional do Trânsito

Saiu no Jornal Notícias do Dia, edição de Florianópolis, no dia 19 de setembro de 2013. Pode também ser lida no site do ND aqui.

Notícias do Dia - logo v2

Alunos da rede municipal participam da Semana do Trânsito e são premiados em concurso de desenho

A ação faz parte de um trabalho educativo em parceria com a Guarda Municipal que vem sendo realizado desde o início do ano

Crianças e adolescentes do 1º ao 5º ano de 37 escolas municipais de Florianópolis foram premiadas ontem com tablets, câmeras digitais e bicicletas em um concurso desenho e redação relativo à Semana Nacional de Trânsito com o tema “Trânsito Seguro. Responsabilidade de todos.” O concurso está na oitava edição e tem como objetivo a conscientização sobre as ações no trânsito e expor o assunto nas escolas.

Nove mil estudantes participaram e 15 venceram por ter a melhor relação com o tema, originalidade e criatividade. As escolas participantes também ganharam troféus. O tema foi apresentado no início do ano aos alunos e o assunto foi trabalhado durante as aulas ao longo do ano letivo com atividades que envolviam pais, alunos e professores.

Segundo Thaís Fernandes, guarda municipal integrante do setor de educação, este é um dos resultados do trabalho educativo que tem sido feito nas escolas. “Pelos trabalhos é possível perceber que eles já identificam as regras, compreendem a importância do tema e da sua relação e responsabilidade com o trânsito. O retorno de fato vai ser em longo prazo porque estamos investindo em educação. São ações simples que vão refletir no futuro”, afirmou.

O evento faz parte da série de atividades promovida pela Secretaria de Segurança e Defesa do Cidadão para a Semana, que se iniciou na segunda-feira. Hoje e no restante da semana as crianças ainda poderão conferir o teatro interativo “Calota e Gasolina em Trânsito” que explica sobre o funcionamento do trânsito os cuidados e os deveres que o cidadão deve ter. São eventos abertos ao público. Os adultos também serão orientados com blitzes educativas e panfletagem.

Desenhos de Emily Santos e Sofia Cunha foram escolhidos em concurso entre alunos da rede de ensino de Florianópolis

Desenhos de Emily Santos e Sofia Cunha foram escolhidos em concurso entre alunos da rede de ensino de Florianópolis

A Polícia Militar Rodoviária também trabalha com uma programação especial de conscientização da Semana do Trânsito. Ontem foi abertura oficial com uma ação educativa com crianças em frente ao posto da SC 401. Os policias celebraram o ato de aposentadoria de motocicletas usadas durante 13 anos em escoltas. A partir de agora as motos ficarão em exposição e servirão para trabalhos educativos. Segundo o major Marcelo Pontes, chefe de operações do batalhão de Polícia Militar rodoviário ao longo da semana, até o dia 25, cada posto está responsável por intensificar as ações de fiscalização. “É uma semana para conscientizar e educar”, afirmou.

Confira os vencedores do concurso da Guarda Municipal:

Desenho

1º ANO

1º Colocado: Emilly Santos de Oliveira Augusto. 6 anos.
Escola Básica Antônio Paschoal Apóstolo .Supervisora Pedagógica: Deise
2º Colocado: Nina Coelho da Silva. 7 anos.
E.M. João Francisco Garcez. Supervisora Pedagógica: Cristine Nunes.
3º Colocado: Sofia de Souza. 6 anos.
Escola Beatriz de Souza Brito.

2º ANO

1º Colocado: Izadora Coelho da Silva. 8 anos.
E.M. Marcolino José de Lima. Supervisora Pedagógica: Cristina Makovielli.
2º Colocado: Bruna Dias Pereira. 8 anos.
E.B. Municipal Mâncio Costa.
3º Colocado: Sofia Rocha de Faria.
E.B. Municipal Osmar Cunha. Supervisora Pedagógica: Joana Duarte

3º ANO

1º Colocado: Sofia Cunha Dalpiaz. 8 anos.
Escola Desdobrada Retiro da Lagoa. Supervisora Pedagógica: Maristela.
2º Colocado: Lucas Felipe Cordeiro de Souza. 8 anos.
Escola José do Vale Pereira.
3º  Colocado: Dharlan da Silva Adão. 9 anos.
E.B.M. Almirante Carvalhal. Supervisora Pedagógica: Juliana Pauli

Redação

4º ANO

1º Colocado: Guilherme Henrique Bandeira. 10 anos.
Escola Virgílio dos Reis Várzea. Supervisora Pedagógica: Ana Maria Macedo
2º Colocado: Yasmin Petter Pires. 9 anos.
E. Desdobrada Retiro da Lagoa. Supervisora Pedagógica: Maristela
3º Colocado: Mariana Castro. 9 anos.
Escola B. Municipal Albertina Madalena Dias. Supervisora Pedagógica: Albaneza Duarte

5º ANO

1º Colocado: Ana Beatriz da Costa. 10 anos.
E.B.M. Professora Dilma Lúcia dos Santos. Supervisora Pedagógica: Marta e Arlent.
2º Colocado: Ana Clara Bitencourt. 11 anos.
E.B.M. Virgílio dos Reis Várzea. Supervisora Pedagógica: Rosaura
3º  Colocado: Alana Gabriela de Oliveira Bento.11 anos.
E.B. Municipal Antônio Paschoal Apóstolo.

Letícia Mathias

Saiba mais:

Bicicletas e eletrônicos são entregues a alunos premiados em Florianópolis

Notícias relacionadas:

GMF dá prêmio a desenho e redação sobre trânsito

2ª Circunferência de Mobilidade em Florianópolis e Maratona Intermodal

Circunferencia de Mobilidade 2013

Dia Mundial Sem Carro 2013 contará com eventos na UFSC e no Trapiche Beiramar

Organizações se unem em torno da II Circunferência Sobre Mobilidade Urbana da Grande Florianópolis e da Maratona Intermodal, iniciativas da Rede RITMOS das Cidades em parceria com a Universidade Federal de Santa Catarina.

No dia 22 de setembro, será celebrado o Dia Mundial Sem Carro, movimento criado na Europa em 1997 e que se espalhou pelo mundo como uma data para as pessoas refletirem sobre o uso excessivo do veículo individual motorizado. É um dia para as pessoas utilizarem ônibus, bicicletas, caminhadas e formas sustentáveis de deslocamento para chegar ao seu destino. A exemplo da edição realizada em 2012, haverá esse ano, na sexta feira, 20, e no domingo, 22 de setembro, uma série de eventos em apoio ao Dia Mundial Sem Carro, entre eles a II Circunferência Sobre Mobilidade Urbana da Grande Florianópolis e a Maratona Intermodal.

Continue lendo…

(Vídeo) Avaliação do primeiro dia da Ciclofaixa de Domingo é positiva

Conteúdo exibido originalmente no programa Jornal do Meio Dia, edição de Florianópolis, da RIC Record SC,  em 29 de julho de 2013. Assista aqui à reportagem no site.

Além da boa recepção da população da população, mostra entrevistas com o vereador Pedro de Assis Silvestre, o Pedrão (PP), o comandante da Guarda Municipal de Florianópolis, Jean Carlos Viana Cardoso, a arquiteta Vera Lúcia Gonçalves da Silva, do Instituto de Planejamento Urbano de Florianópolis (IPUF), o presidente da Associação dos Ciclousuários da Grande Florianópolis (ViaCiclo), Daniel de Araújo Costa, e com o Bike Anjo Fabiano Faga Pacheco.

Apenas para corrigir um pequeno equívoco do final da reportagem, usuários de skate, patins e patinetes podem utilizar a Ciclofaixa de Domingo à vontade. A quem estiver a pé, recomenda-se caminhar pela calçada.

Saiba mais:Ciclofaixa de Domingo logo

Ciclofaixa de Domingo tem grande participação da comunidade

Começa a funcionar o projeto Ciclofaixa de Domingo

Ciclofaixa de lazer de Florianópolis começa a funcionar domingo

Atividades da Ciclofaixa de Domingo de Florianópolis

Veja também:

Artigo: uma reflexão crítica sobre as ciclofaixas de lazer de Florianópolis

Florianópolis entra na moda das ciclofaixas de lazer

Ciclofaixas do Centro de Florianópolis são sinalizadas

A notícia abaixo foi divulgada pela Prefeitura Municipal de Florianópolis, em 1° de março de 2013, aqui. Com esta nova sinalização vertical, os agentes de trânsito poderão fiscalizar as infrações de estacionamento, parada e trânsito de veículos automotores sobre as ciclofaixas do Centro.

IPUF implanta sinalização cicloviária no Centro

Instalação das placas nas ciclofaixas foi realizada na última quinta-feira, 28.

O Instituto de Planejamento Urbano de Florianópolis, através da Diretoria de Operações de Trânsito, implantou, no dia 28 de fevereiro, a sinalização de trânsito exclusiva para bicicleta nas ruas Trompowsky e Dom Joaquim, no Centro da Capital.

O Diretor de Operações, Adriano Melo, acompanhado do Engenheiro Wagner e da Arquiteta Vera Lúcia, fiscalizaram os serviços executados pelo departamento de trânsito do IPUF.

As ações para a continuidade da implantação da política cicloviária no município são parte das metas traçadas pelo Prefeito Cesar Souza Júnior e dirigidas pelo Superintendente do IPUF Dalmo Vieira Filho.

Instalação de sinalização cicloviária. Foto: Divulgação / IPUF.

Instalação de sinalização cicloviária. Foto: Divulgação / IPUF.

Veja também:

Guarda Municipal está multando veículos estacionados sobre as novas ciclofaixas de Florianópolis

Guarda Municipal está multando veículos estacionados sobre as novas ciclofaixas de Florianópolis

A matéria abaixo foi originalmente publicada na versão on line do Jornal Notícias do Dia, em 27 de dezembro de 2012, às 16h31. Consta também do jornal impresso, edição de Florianópolis, no dia 28 de dezembro (págs. 5 e 24). Você também pode lê-la matéria no site do ND aqui. A versão abaixo é um misto de ambas.

 Motoristas estacionam e circulam em locais exclusivos para os ciclistas

Invasão nas ciclofaixas. Ciclistas precisam desviar de carros e caminhões na via que deveria ser livre para o fluxo de bicicletas.

Quem usa a bicicleta como meio de transporte em Florianópolis precisa estar sempre atento aos veículos que circulam pelas avenidas e a falta de cuidado e distância necessária dos motoristas. Porém em alguns pontos, mesmo havendo ciclofaixa, quem pedala não está seguro e precisa muitas vezes desviar de carros caminhões e até disputar espaço no local que deveria ser exclusivo a ciclistas com motociclistas.

Andando pelo Centro da Capital em poucos minutos é possível observar o desrespeito em diversas ruas. As vias com muitos prédios e estabelecimentos comerciais são as mais desafiadoras aos ciclistas. Na rua Frei Caneca, a equipe do Notícias do Dia flagrou um caminhão estacionado em cima da ciclofaixa.

O motorista Jó Nakao, que é funcionário de uma transportadora, estava dentro do veículo e com o pisca alerta ligado. “Precisamos fazer carga e descarga e mudanças, mas aqui é impossível estacionar. Se fico do outro lado os ônibus quase batem na gente e nos prédios ou não tem espaço para caminhão ou não deixam entrar, infelizmente é nossa única opção”, justificou.

José Carlos Ferreira Júnior, entregador de compras, desvia de caminhão estacionado em espaço exclusivo para bicicletas. Foto: Débora Klempous / ND.

José Carlos Ferreira Júnior, entregador de compras, desvia de caminhão estacionado em espaço exclusivo para bicicletas. Foto: Débora Klempous / ND.

Cerca de 500 metros à frente, outro flagrante. Um carro de uma empresa prestadora de serviços estacionado em frente a outro prédio, em cima da ciclofaixa. As justificativas são as mesmas: falta de local para carga e descarga ou o famoso “é só um minutinho”.

Porém, de acordo com a subcomandante da guarda municipal Maryanne Mattos, não há desculpa que justifique a infração. Segundo ela estar dentro do veículo com pisca alerta ligado e sair logo que é alertado não impede o registro da infração e aplicação da multa, que é de R$ 127,69. Para os veículos de carga, quando não há local livre para estacionamento, é possível pedir autorização ao IPUF (Instituto de Planejamento Urbano de Florianópolis) para estacionar em data e horário específico.

Ciclistas pedem mais fiscalização e consciência dos motoristas

Rosana Klotz Glienke é moradora do Centro e há poucos meses deixou de usar a bicicleta como meio de transporte por causa da insegurança. Ela costumava levava as filhas para escola de bicicleta, mas agora só usa para passeio. Ontem ela seguia com as filhas Sandy e Giulia e a amiga Jessica, pela ciclofaixa, mas estava indo em direção à Beira-mar, onde não precisam desviar de carros, ônibus nem caminhões. O marido dela ia trabalhar diariamente de bicicleta, mas desistiu depois de quase ser atropelado por duas vezes. “O medo nos fez mudar de hábito e infelizmente voltamos para o carro. Precisa fiscalização e multa, mas principalmente consciência das pessoas. Com o desrespeito que há, hoje andamos só para curtir e passear”.

José Carlos Ferreira Junior trabalha como entregador de compras de um supermercado da região Central e, enquanto se deslocava até a casa de um cliente na rua Duarte Schutel, Centro, precisou desviar três vezes de carros e caminhões parados sobre a ciclofaixa. Ele conta que por sorte nunca se acidentou, mas já viu outros colegas machucados e até a bicicleta precisou ser trocada por acidentes provocados pela falta de respeito de motoristas à faixa destinada aos ciclistas.

A empresa instalou até uma buzina no guidão da bicicleta para chamar a atenção quando necessário. “É complicado, tem muita entrada e saída de veículos transversais à faixa. Não sei adianta, mas talvez colocar mais sinalização e fiscalizar mais poderia ajudar. Mas percebo que quando a polícia vem os motoristas saem mas logo voltam”, lamentou.

Segundo Maryanne em apenas um período do dia fazendo ronda no Centro da Capital os guardas flagram mais de dez infrações deste tipo, a maioria em locais de comércio e no período da noite em ruas onde há bares. “A gente pede pra retirar e multa, e os motoristas reclamam dizendo que é falta de bom senso porque já estão retirando o veículo. Mas eles é que não tiveram bom senso na hora de parar ali”, afirmou.

Saiba Mais:
De acordo com o inciso VIII do artigo 181 do Código de Trânsito Brasileiro, estacionar veículo no passeio ou sobre faixa destinada a pedestre, sobre ciclovia ou ciclofaixa, bem como nas ilhas, refúgios, ao lado ou sobre canteiros centrais, divisores de pista de rolamento, marcas de canalização, gramados ou jardim público é infração grave. A penalidade é multa de R$127,68 e cinco pontos na CNH. A medida administrativa que deve ser aplicada é a remoção do veículo.

Letícia Mathias

Continuam as pedaladas por terras sulinas

Já foi falado, numa postagem anterior, sobre ciclistas catarinenses que aproveitavam as férias para viajar e sobre pessoas de outros Estados que vieram conhecer a região Sul sobre duas rodas.

Agora, será feita uma atualização sobre a situação dos cicloviajantes, bem como a divulgação de novos passeios ciclísticos e empreitadas.

Documentário Floripa-Santiago

Confirmou-se a separação dos ciclistas do Documentário Floripa-Santiago em dois grupos. Os ciclistas que ficaram para trás voltaram a ficar sozinhos.

Desconhece-se o paradeiro dos ciclistas do curso de Ciências Biológicas da UFSC que também fazem percurso semelhante.

Abaixo, o vídeo dos ciclistas do projeto feito pelo Diário Catarinense.

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

EcoAustral

Os ciclistas da Travessia Pacífico-Atlântico já começaram o novo projeto, batizado de EcoAustral. Eles partiram de Florianópolis rumo a Ushuaia, na província argentina de Tierra del Fuego. Entretanto, logo de cara a equipe já enfrentou desafios, que prometem ser maiores ainda durante o percurso. Acompanhe a aventura deles através do blogue http://ecoaustral2010.wordpress.com.

Veja abaixo o vídeo de promoção da empreitada anterior.

Rumo ao Fórum Social Mundial

Já partiram os ciclistas que pretendem ir de São Paulo rumo a Porto Alegre para o Fórum Social Mundial. Eles saíram da Praça do Ciclista, na capital paulistana, às 5h do dia 7 de janeiro de 2009.

Para acompanhar esse desafio, acompanhe o http://pedalfsm2010.wordpress.com.

Bicicletada na Lagoa da Conceição

Amanhã acontecerá a primeira Bicicletada em Florianópolis, saindo às 15h da R. Laurindo Januário da Silveira 5500, ao lado da igrejinha do Porto da Lagoa.

Aproveite a época do ano novo e renove-se, tire a poeira da bicicleta e contribua para o fortalecimento dos projetos de implantação de calçada e ciclovia na Lagoa da Conceição.

Italia Catarinense

Um grupo de cicloturistas italianos será recepcionado neste domingo, 10 de janeiro, em sua chegada em Florianópolis. Um grupo sairá da loja Della Bikes, em Florianópolis, às 13h rumo a Palhoça, onde os ciclistas encontrarão os italianos, que virão de Santo Amaro da Imperatriz, no posto entre a BR-101 e BR-282. De lá, eles virão margeando o mar de volta à Ilha de Santa Catarina. Qualquer um que quiser recepcioná-los será bem-vindo!

Para acompanhar a expedição dos italianos, siga o www.italiacatarinense.com.br.

Saiba mais:

Ciclistas viajarão de Florianópolis a Santiago para mostrar eficiência da bicicleta – sobre o Documentário Floripa-Santiago.
Grupo de estudantes fará expedição de bicicleta entre Chile e Argentina – sobre o EcoAustral 2010.

Veja também:

Ciclista já conheceu mais de 3000 cidades com a sua bicicleta

Relato do Passeio Ciclístico da Lagoa

Quando eu saí da reunião da AMPOLA em que foi decidida a realização do Passeio Ciclístico da Lagoa da Conceição, mal poderia imaginar o sucesso que ele teria.

Nos dias anteriores, consertei o pneu da minha bike e mandei-a para a revisão. Às vésperas, comecei a preparar uma plaquinha para chamar a atenção e separei o meu apito. Instantes antes de sair de casa, vesti meu colete refletivo e, minutos depois, dirigia-me ao ponto de encontro do passeio, na sede da Associação de Moradores do Porto da Lagoa, distante 13km. Lá, terminei de montar minha bicicleta e minha plaquinha e coloquei a camiseta em alusão à ciclista Márcia Prado. Termina aqui a minha história pessoal.

Acontece que havia bastante gente mesmo na concentração. Grupos de crianças e adolescentes conversavam ao lado ou sobre as suas bicicletas. Repórteres procuravam a quem entrevistar em meio ao mar de duas rodas. Algumas pessoas portavam mensagens às costas: “Na Osni de bike é um perigo”, “A pé ou de bike na Osni? Tás tolo?!”, “- Poluição, + Exercício físico!!!”, “Passeio na Osni é só para carros?”. Teve também a célebre “Seja gentil com o ciclista PORRA!!!”, ironia inspirada nesta placa dos Sombra Bikers.

Pessoas concentradas na sede da AMPOLA. Foto: Caminhos do Sertão.

Pessoas concentradas na sede da AMPOLA. Foto: Caminhos do Sertão.

A palavra da população. Foto: Ciclista Fabiano.

A palavra da população. Foto: Ciclista Fabiano.

Placas de ironia e de informação. Foto: Ana Carolina Vivian.

Placas de ironia e de informação. Foto: Ana Carolina Vivian.

Mídia: Patrola. Foto: Ciclista Fabiano.

Mídia: Patrola. Foto: Ciclista Fabiano.

Às 15h30 saímos e logo estávamos a caminho do centrinho da Lagoa. Éramos, então, 144 ciclistas, sendo que mais gente chegou pedalando durante o percurso. Contávamos com o apoio de duas motocicletas da Guarda Municipal de Florianópolis (GMF), que íam à frente dos ciclistas, e com mais uma outra viatura atrás.

Parando e observando à beira da Lagoa, era impossível não perceber a diferença da Osni Ortiga ocupada pelos ciclistas, um espaço público servindo à saúde, bem-estar e sociabilização da população, e da Osni Ortiga imediatamente após à viatura da GMF, um espaço público privatizado por uma máquina de 1ton que carregava, em mais de três quartos (75%) das vezes, apenas uma única pessoa, situação antiecológica, antissociabilizante e estimuladora do sedentarismo e de seus males.

A Osni Ortiga embelezada, servindo à saúde e ao lazer da população. Foto: Caminhos do Sertão.

A Osni Ortiga embelezada, servindo à saúde e ao lazer da população. Foto: Caminhos do Sertão.

Eu perguntava às pessoas em volta sobre o passeio. A sensação de bem-estar era unânime. “Podia ter isso sempre!”, disse-me Neuza, uma mulher com roupa clara. “Pedalar assim é tão bom!”, falava uma moça de camisa lilás.

Tomando o centrinho da Lagoa, onde mais ciclistas se juntavam ao grupo, a curiosidade nas lojas e bares era geral. E olha que a Lagoa já é naturalmente cheia de bicicletas…

No centrinho da Lagoa. Foto: Caminhos do Sertão.

No centrinho da Lagoa. Foto: Caminhos do Sertão.

A primeira parada deu-se próximo ao Terminal de Integração da Lagoa (TILAG). Fato desconhecido da população: O TILAG tem bicicletário! São mais de 30 vagas! No dia, apenas duas magrelas dividiam o espaço com cinco motos e alguns bancos “de praça” e poltronas de madeira (!).

Passagem pelo TILAG. Foto: Caminhos do Sertão.

Passagem pelo TILAG. Foto: Caminhos do Sertão.

Motos no bicicletário? Foto: Ciclista Fabiano.

Motos no bicicletário? Foto: Ciclista Fabiano.

Banco no bicicletário? Foto: Ciclista Fabiano.

Banco no bicicletário? Foto: Ciclista Fabiano.

Metade do caminho percorrido, era hora de voltar.

Logo ao readentrarmos a Osni Ortiga, amostra da imprudência dos motoristas e desconhecimento dos motoqueiros quanto à legislação de trânsito. Atrás do carro da GMF, cerca de quatro estressadinhos (estresse?? quem mandou não estar de bike! rsrs) buzinavam forte, ao que o meu apito fazia “coro” para uma melhor consonância dos sons…

Alguns desses, contrários às ordens da guarda, passaram a viatura e seguiram na contramão. Um deles por muito pouco não acertou algumas das crianças!

Quanta infantilidade por trás de um volante! Infelizmente, quem pedala na região sabe: esse não foi um caso isolado.

Dessa vez, a GMF foi atrás. Mas é uma pena que tem pipocado casos em Santa Catarina onde apenas um corpo ao lado de uma bicicleta é encontrado, enquanto motoristas covardes fogem sem prestar os primeiros socorros.

Uma parada sob o pôr-do-Sol à beira da Lagoa, água pra todo mundo e brindes sorteados.

Bicicletas à beira da Lagoa da Conceição. Foto: Ciclista Fabiano.

Bicicletas à beira da Lagoa da Conceição. Foto: Ciclista Fabiano.

Finalizou-se o passeio no retorno à sede da AMPOLA. Destaque para a Guarda Municipal, que, mesmo após umas críticas quando do começo do passeio, se redimiu completamente e foi ovacionada ao sair.

O passeio acabou por aí, mas eu, o Juliano e o casal Ana Carolina e André fomos ainda assistir ao ocaso do Sol na trilha de acesso ao Gravatá, onde nos alimentamos com o lanche que o Juliano comprou com o vale-compras que recém-ganhara.

DSC05692

A caminho do Gravatá. Foto: Ciclista Fabiano.

A volta ao lar ainda me reservaria mais uma surpresa, mas isso vai ficar para uma ocasião mais oportuna.

Por Fabiano Faga Pacheco

Saiba mais:

Veja como foi o primeiro Passeio Ciclístico da Lagoa.

Relatos:

Bicicleta na Rua
Jornal da Lagoa
Jornal Notícias do Dia
Movimento Ciclovia na Lagoa Já

Fotos:

Ana Carolina Vivian
Caminhos do Sertão
Ciclista Fabiano

Vídeos:

Bicicleta na Rua
Daniel de A. Costa
Lagoa Virtual
Patrola – RBS TV/Globo

Problemática:

Bicicleta na Rua
Caminhos do Sertão
Jornal da Lagoa
Jornal Notícias do Dia
Movimento Ciclovia na Lagoa Já

%d blogueiros gostam disto: