O desafio de se pedalar no Porto da Lagoa


A matéria abaixo foi originalmente publicada no Jornal Notícias do Dia, em 13 de março de 2009. Você pode ver a matéria em .jpg aqui (chamada na capa) e aqui (recorte da pág. 11).

Notícias do Dia - logo

Lagoa. Ciclistas exigem espaço. Gisele Bertucci é uma das ciclistas que trava uma luta diária para circular com segurança nas ruas da Lagoa da Conceição.

Lagoa da Conceição.

Comunidade exige ciclovia

Ciclista profissional há 15 anos, a moradora da Lagoa da Conceição Gisele Bertucci trava uma luta diária com os motoristas que trafegam pela avenida vereador Osni Ortiga, que liga a Lagoa ao bairro Rio Tavares. Devido à ineficiência viária, ela já cansou de ser jogada para fora do asfalto, por conseqüência, o treinamento se tornou cansativo e não mais prazeroso como costumava ser. Preocupados com a situação, a Associação de Moradores do Porto da Lagoa convidou a população que mora na região para uma reunião com o prefeito Dário Berger e representantes das secretarias. A reunião, realizada ontem à noite, tentou traçar um novo rumo para a comunidade.

Osni Ortiga. Ciclistas em perigo. Foto: Rosane Lima/ND.

Osni Ortiga. Ciclistas em perigo. Foto: Rosane Lima/ND.

A luta dos moradores é por uma ciclovia com extensão aproximada de cinco quilômetros para contornar o bairro e facilitar o passeio a pé ou de bicicleta e desafogar o trânsito em direção em direção às praias e ao centrinho da Lagoa. Segundo o presidente da associação, Renato Oliveira, há cinco anos a comunidade pede à prefeitura uma posição. “Solicitamos a presença dos representantes municipais na esperança de conseguir uma providência, pois necessitamos com urgência de um local para circular com segurança”, ressalta.

LUTA. Moradores da Lagoa convivem com a insegurança e trânsito desordenado

Há 20 anos residindo na Lagoa da Conceição, o advogado Luiz Hamilton de Moura Ferro se revolta com a transformação do bairro. Segundo ele, o crescimento ocorreu de forma desordenada. “Além da falta de ciclovia não temos calçadas em locais de grande fluxo, como a Osni Ortiga. Infelizmente precisamos ir para as academias se quisermos nos exercitar, pois ao ar livre não é possível”, reclama.

O Instituto de Planejamento Urbano  de Florianópolis (Ipuf) tem um projeto chamado Rota Norte, orçado em R$ 500 mil, para viabilizar a ciclovia da Lagoa da Conceição. Mas de acordo com Renato falta vontade política para executá-lo. “Se tem um projeto e orçamento não entendo por que não iniciar as obras”, questiona.

Saiba mais:

Pedalada na Lagoa – matéria do Bicicleta na Rua conta um pouco mais sobre o desfecho da reunião e os problemas encontrados na Osni Ortiga.

Moradores anseiam ciclovia no Porto da Lagoa – reportagem do Jornal da Lagoa explica as condições adversas que os ciclistas da região da Lagoa da Conceição enfrentam no seu cotidiano.

Sobre bicicletanarua
Ciclista urbano paulistano residente em Florianópolis.

One Response to O desafio de se pedalar no Porto da Lagoa

  1. Pingback: Pedala, Lagoa da Conceição! « Bicicleta na Rua

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alteração )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alteração )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alteração )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alteração )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 4.089 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: