Bicicletadas pelo Brasil

As Bicicletadas que ainda vão ocorrer…

Sexta-feira, 30 de abril

Aracaju, SE

Belo Horizonte, MG

Brasília, DF

Florianópolis, SC

Fortaleza, CE

Lorena, SP

Maceió, AL


Maringá, PR

Niterói, RJ

Porto Alegre, RS

Recife, PE

São José dos Campos, SP

São Paulo, SP

Vitória, ES

Sábado, 1º de maio

Campinas, SP

Saída da Praça Arautos da Paz às 8h.

Joinville, SC

____________________ ~ ____________________

E as que já ocorreram este mês…

Sexta-feira, 23 de abril

Santo André, SP (Grande ABC)


Sábado, 24 de abril

Belém, PA


Concentração no Mercado de São Brás a partir das 16h. Saída às 17h.

Curitiba, PR


Jundiaí, SP

Natal, RN

Santos, SP

Saída às 17h da Praça das Bandeiras, no Gonzaga.

(III) Bicicleta roubada em Florianópolis

Uma bicicleta foi roubada do bicicletário do MIP/CCB, no campus UFSC Trindade, na noite desta quarta-feira, 28 de abril.

Era uma Sundown 21 marchas preta com detalhes em amarelo, selim com cadeado, suspensão dianteira Zoom, câmbio Shimano Tourney, bagageiro e paralamas dianteiro e traseiro.  Como detalhes, a bicicleta apresentava um pedal quebrado e pneu traseiro estava furado.

Modelo da bicicleta roubada.

O rapaz que roubou esta bicicleta foi visto enchendo o pneu no Posto Ipiranga do bairro Pantanal, com supostos comparsas. Segundo consta, eles residem no Morro do Pantanal.

Se alguém a encontrar, contacte Pablo.

Veja também:

Fique de olho nas outras bicicletas desaparecidas na Grande Florianópolis aqui e aqui.

top-posts_wordpress

Ganhadores do concurso de desenho sobre ciclovia na Lagoa serão conhecidos na Bicicletada

Já é tradicional. Em todo segundo sábado de cada mês a cena se repete: as bicicletas tomam conta da R. Ver. Osni Ortiga, no Porto da Lagoa. Essa cena tem sido comum nos últimos tempo. Afinal, em abril completou um ano desde que a população foi às ruas, num passeio ciclístico que reuniu cerca de 150 pessoas, mostrando a necessidade e a urgência em se construir infraestrutura cicloviária na região. Nessa época também foi criado o Movimento Ciclovia na Lagoa Já, que tem fiscalizado e pressionado continuamente o poder público, e já conta com participações em diversas reuniões e audiências.

Nos últimos meses, foi lançado um concurso de desenho em que o vencedor ganharia uma bicicleta Houston full suspension. Um total de 40 desenhos, feitos por crianças de até 14 anos, retratando a futura ciclovia da Lagoa da Conceição e temas correlatos, foram recebidos pela organização do concurso, que os utilizará na confecção de futuras chamadas para passeios ciclísticos.

Durante este sábado, 10 de abril, enquanto ocorrerá a Bicicletada da Lagoa, uma comissão julgadora independente avaliará os desenhos. Ao final do passeio, que começará às 15h em ponto na sede da AMPOLA (Associação de Moradores do Porto da Lagoa), na Rua Laurindo Januário da Silveira 5500, serão conhecidos os vencedores.

Mas ganhadores mesmos serão todos os moradores da comunidade. A ciclovia na Lagoa vai sair e deve ser concluída ainda este ano. Venha participar desta festa e comemore com eles!

Saiba mais:

Para não esquecer – Ciclovia na Lagoa da Conceição é urgente

Palestra em Blumenau: “Pedalando pelo Brasil”

Pedro Wilson Bertelli já pedalou por quase todas as regiões do país. De norte a Sul, pelo litoral, serra, centro e extremo oeste, cruzou o Brasil de bicicleta. Nesta palestra, a ser realizada no Auditório da Biblioteca da FURB na quinta-feira, 22 de abril, o biólogo e professor universitário vai contar um pouco sobre suas impressões adquiridas sobre duas rodas.

Abaixo, reportagem publicada no jornal Folha de Blumenau, em 15 de dezembro de 2009, sobre a última viagem de Pedro Wilson Bertelli. Você pode ler a matéria no site do periódico aqui.

Professor atravessa o País de bicicleta

O biólogo e professor da Furb, Pedro Wilson Bertelli, começou nesta segunda-feira (14) a aventura que planejou durante os últimos quatro meses: viajar de bicicleta do Acre até Blumenau. A travessia foi iniciada em Assis Brasil, no Norte do País. Durante 41 dias, o professor vai passar por Amazonas, Rondônia, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Paraná, retornando no dia 25 de janeiro.

Professor terá de pedalar mais de 4,5 mil quilômetros para cruzar o País.

No total, o aventureiro vai percorrer mais de 4,5 mil quilômetros. Com 53 anos, o professor carrega na bagagem cerca de 40 quilos, sendo 10 deles de roupas, além de itens pessoais como máquina fotográfica, comida e água. Por dia, o professor deve consumir 15 litros da bebida, que representa o maior gasto da viagem. O peso da bicicleta é de 19 quilos.

Esta é a quarta jornada que o professor faz a bordo da bicicleta, sempre no final do ano. Entre 2004 e 2005, cruzou o País pelo litoral, de Blumenau a Natal, no Rio Grande do Norte. No ano seguinte, veio de Natal, passando por Brasília até a cidade da Oktoberfest. A última viagem foi feita de Belém até Blumenau. “Já desci o Brasil pelo litoral, médio-leste e centro-oeste. Só falta o oeste, o mais desconhecido”, explica.

Rotina

Até janeiro, o professor vai pedalar em média 120 quilômetros por dia em velocidade média de 15 quilômetros por hora. “Não posso pedalar muito rápido de manhã, preciso manter o controle. O dia seguinte deve ser melhor que o anterior para que possa aproveitar a viagem”, revela Bertelli.

Sobre as viagens anteriores, o professor conta que se surpreendeu com a pobreza das cidades do Norte e com o número de crianças às margens das rodovias pedindo comida. Em contrapartida, diz que viu muita carne sendo vendida a preços baixos para a população local por não atender às exigências de exportações.

Roteiro

Veja por onde o ciclista de Blumenau vai passar na viagem:

• Assis Brasil (AC)
• Rio Branco (AC)
• Porto Velho (RO)
• Humaitá (AM)
• Presidente Médici (RO)
• Pontes e Lacerda (MT)
• Rondonópolis (MT)
• Coxim (MS)
• Campo Grande (MS)
• Dourados (MS)
• Cascavel (PR)
• Joaçaba (SC)
• Blumenau (SC)

%d blogueiros gostam disto: